segunda-feira, 30 de Maio de 2011 09:13h Atualizado em 30 de Maio de 2011 às 09:15h. Site América

América desperdiça chances, tem gol legítimo anulado e sai derrotado do Rio

Em noite infeliz, o América sofreu sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro da Série A, nesta noite de domingo, em São Januário. Depois de dominar o primeiro tempo, perder pelo menos duas chances, a equipe americana foi surpreendida nos contra-ataques e acabou derrota por 3 a 0 pelo Vasco, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

 

 

O Coelho ainda criou boas chances, principalmente no segundo tempo, mas quando não falhou nas finalizaçõdes foi prejudicado pela arbitragem, que anulou um gol legítimo do meia Rodriguinho.

 

Agora, o América busca reabilitação na próximo dimingo, contra o Inter, em Campo Grande. O volante Dudu recebeu cartão vermelho e cumpre suspensão automática, mas o lateral direito Marcos Rocha estará à disposição do técnico Mauro Fernandes, depois de cumprir dois jogos de suspensão ainda pela punião do Campeonato Brasileiro do ano passado.

 

 

TEMPO DE DOMÍNIO

 

O time americano, bem postado em campo, começou mandando na partida. Chegou com precisão no ataque, com toques de bola, mas no único erro acabou sofrendo o primeiro gol. Foram três finalizações em cinco minutos. A mais perigosa, aos três minutos, o atacante Eliandro disparou uma “bomba” da entrada da área. O goleiro vascaíno nem mexeu, mas a bola saiu um pouco da direção e passou rente à trave esquerda.


Só dava América, mas aos nove minutos, o lateral esquerdo Thiago Carleto perdeu a bola no meio do campo e proporcionou contra-ataque ao time Vascaíno. Na tentativa de se recuperar, acabou derrubando o atacante Leandro na área. Pênalti que Bernardo converteu no canto direito do goleiro Flávio. O experiente goleiro americano foi certo na bola e por pouco não defendeu.


O time americano continuou marcando bem, mas só voltou atacar com perigo aos 18 minutos, quando o armador Rodriguinho chutou de fora da área e o goleiro vascaíno fez grande defesa e evitou o gol de empate.


Aos 33 minutos, mais uma oportunidade com Thiago Carleto. Ele chutou com efeito, de fora da área, para outra grande defesa do goleiro Fernando. Um minuto depois, o artilheiro Fábio Júnior teve a melhor chance para empatar. A bola sobrou para ele, quase na pequena área, livre para empatar. Só que o atacante, desequilibrado, chutou por cima do gol vascaíno.

 

 

Ainda no primeiro tempo, o zagueiro Anderson, que sua estreia no Coelho, em posição legal, após cobrança de falta de Thiago Carleto, cabeceou para mais uma grande defesa de Fernando Prass. Um milagre feito pelo goleiro. Só que o árbitro marcou impedimento equivocadamente, no último lance do primeiro tempo.

 

ERRO DO ÁRBITRO


O América voltou com uma formação diferente para o segundo tempo. O técnico Mauro Fernandes tirou o volante Amaral para a entrada do meia Luciano. O técnico do Vasco, Ricardo Gomes, também fez sua primeira substituição trocando o armador Bernardo por Enrico. E quando o América iniciava uma pressão para tentar o empate, em outro contra-ataque, sofreu o segundo gol. Enrico recebeu a bola entre os zagueiros americanos e finalizou sem chances para o goleiro Flávio, fazendo 2 a 0 para o Vasco.

 

 

O time sentiu o segundo gol e não tinha dificuldade para se encontrar em campo. Mas a situação poderia mudar se não fosse o erro do árbitro, que anulou o gol legal do meia Rodriguinho. Aos 12 minutos, ele Rodriguinho recebeu na grande área, vindo de trás, e chutando rasteiro, no canto direito. O juiz invalidou o gol legítimo de empate do América, alegando impedimento.

CHANCES PERDIDAS
Como tentativa de buscar o empate, o técnico Mauro Fernandes, aos 19 minutos, colocou o atacante Alessandro no lugar de Fábio Júnior e Kempes fez sua estreia entrando na vaga do armador Rodriguinho. Com três atacantes, o América passou a criar chances, mas faltou precisão nas finalizações. O atacante Alessandro precisou de apenas dois minutos em campo para quase marcar. Ele recebeu um belo passe de Luciano, mas chutou em cima do goleiro, que desviou a bola para escanteio. Na cobrança do escanteio, Alessandro, livre na pequena área, cabeceou por cima do travessão.

 

 

As substituições fizeram com que o América voltasse a dominar a partida e a pressionar o Vasco. Aos 25 minutos, o zagueiro Anderson completou de voleio da grande área, por cima do gol vascaíno. Um minuto depois, Kempes arriscou e também mandou por por cima. Aos 31 minutos, Luciano recebeu na área e chutou de bico, no cantinho do goleiro Fernando, que mandou para escanteio.

 

CARTÃO VERMELHO


Aos 33 minutos, a situação se complicou após o volante Dudu cometer falta próximo à grande área e levar cartão vermelho. Com um jogador a menos, o América ainda lutava em campo com muita garra em busca de seu gol. Aos 42 minutos, Eliandro invadiu a área e chutou em cima de Fernando Prass. O goleiro se atrapalhou com o zagueiro Jumar e a bola quase sobrou para o atacante. No fim da partida, o América sofreu o terceiro gol, em contra-ataque.

 

 

ESFORÇO


Para o atacante Kempes, que fez sua estreia, vale ressaltar a luta do time americano. “Fizemos o melhor. Foi um jogo pareio e o Fernando fez várias defesas, mas nos contra-ataques eles mataram o jogo”, lamentou o jogador.


Para Eliandro, a derrota não pode abalar a equipe. “Nosso grupo vem numa crescente e infelizmente não deu certo. A equipe do Vasco tem um ótimo goleiro e não podemos abaixar a cabeça. Ainda está no começo”.

 

FALTOU CAPRICHO


Já o técnico Mauro Fernandes acredita que o time poderia ter vencido, não fosse os erros. “Nós tivemos inúmeras oportunidades para vencer a partida. Acho que talvez não encontraremos chances assim ao longo do campeonato. Faltou apenas o capricho na finalização e, infelizmente, essa noite não deu. Mas não vamos nos curvar e disse isso a eles dentro do vestiário. A derrota tem que servir de lição, para levantarmos a cabeça e seguir no campeonato”, fala o treinador.

 

 

A PROGRAMAÇÃO

A delegação retorna a Belo Horizonte nesta segunda-feira, às 13:00, e se reapresenta na terça-feira no CT Lanna Drumond, para dar início à preparação para o jogo contra o Internacional, no próximo domingo, em Campo Grande.

 

FICHA DO JOGO


América 0 x 3 Vasco
Data: 29/05, domingo
Horário: 18h30
Local:Estádio São Januário, Rio de Janeiro
Público: 2.626 pagantes (4.495 presentes)
Renda: R$ 63.880,00
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Pedro Santos de Araújo (AL) e Cleriston Cley Barreto Rios (SE)
Cartões amarelos: Fábio Júnior, Eliandro, Gabriel (América); Jumar (Vaasco)
Cartão vermelho: Dudu (América)
Gols: Bernardo (10’- 1° Tempo), Enrico (2’- 2° Tempo) e Elton (45’- 2° Tempo) – (Vasco)

 

 

AMÉRICA


Flávio, Sheslon, Anderson, Gabriel e Thiago Carleto; Dudu, Amaral (Luciano), Leandro Ferreira e Rodriguinho (Kempes); Eliandro e Fábio Júnior (Alessandro).
Técnico: Mauro Fernandes

VASCO


Fernando Prass, Fágner, Jomar, Fernando e Max; Jumar, Fellipe Bastos, Bernardo (Enrico) e Jéferson (Misael); Leandro (Chaparro) e Élton.
Técnico: Ricardo Gomes

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.