segunda-feira, 29 de Agosto de 2016 14:36h América/MG

América domina jogo contra o Vitória, mas não consegue evitar derrota em Salvador

Time americano apresentou mais volume de jogo e criou mais oportunidades, mas foi superado na noite deste domingo

O América se apresentou com desenvoltura, dominou grande parte do jogo, mas foi superado pelo Vitória por 2 a 1 na noite deste domingo (28/8), na Arena Fonte Nova, em Salvador, em duelo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Criando e desperdiçando várias oportunidades, o Coelho foi castigado no fim do primeiro tempo, quando o Vitória abriu o placar em belo chute do volante Marcelo. Na segunda etapa, o time baiano aumentou a vantagem com o atacante David e o lateral esquerdo Danilo diminuiu para o Coelho, que tentou o empate até o último lance, mas não conseguiu evitar a derrota.

O resultado faz o Coelho continuar com 13 pontos, na 20ª colocação da tabela do campeonato. Agora, o time americano ficará 11 dias sem atuar e volta a campo para um duelo muito complicado. O América encara o clássico contra o Cruzeiro, na quinta-feira (8/9), às 21h, na Arena Independência, em jogo válido pela 23ª rodada do Brasileirão.

CASTIGO

No primeiro tempo do duelo contra o Vitória, na Arena Fonte Nova, o América dominou completamente as ações do jogo. Marcando a saída de bola do time adversário e dominando a posse de bola, o Coelho ditava o ritmo da partida e criava várias chances de marcar.

Logo aos 2 minutos, o time americano teve uma ótima chance com o atacante Michael, que dominou no peito na entrada da área e finalizou com força, mas a bola acabou indo para fora, passando muito perto da trave defendida pelo goleiro Fernando Miguel. Aos 20 minutos foi a vez do volante Pablo arriscar de fora da área, mas o chute também foi para fora.

Neutralizando todas as peças ofensivas do Vitória, o América ficava cada vez mais com o controle do jogo e criou uma oportunidade claríssima aos 33 minutos. O lateral esquerdo Gilson fez ótima jogada, avançou para dentro da área e deu um cruzamento preciso para o meia Matheusinho. Completamente livre e com o goleiro batido no lance, o jovem jogador americano acabou perdendo a chance de abrir o placar ao cabecear a bola para fora.

Pelo volume de jogo apresentado, tudo levava a crer que o time americano iria abrir o placar a qualquer momento. No entanto, quem fez o primeiro gol do jogo foi a equipe baiana. Aos 36 minutos, o volante Marcelo aproveitou uma sobra na entrada da área e acertou um chute de rara felicidade, no ângulo direito do goleiro João Ricardo, que nada pode fazer.

Mesmo sofrendo o gol, o Coelho seguiu atuando melhor que o time adversário e teve outra chance muito boa para marcar aos 44 minutos. Em grande jogada pelo lado direito, o zagueiro Alison aplicou um chapéu no zagueiro Victor Ramos e cruzou na medida para dentro da área. Sem marcação, o atacante Michael nem precisou pular para fazer o cabeceio, mas a bola acabou indo para fora de forma inacreditável. Dominando amplamente o jogo e criando diversas oportunidades claras, o América acabou sendo castigado no fim do primeiro tempo, que terminou com o placar injusto de 1 a 0 para o adversário.

ESFORÇO

O time americano voltou do intervalo com a mesma formação inicial, mas não conseguiu imprimir o amplo domínio da partida no segundo tempo. O time adversário conseguiu equilibrar o jogo e dificultava para o Coelho criar oportunidades para igualar o placar. Observando esse panorama, o técnico Enderson Moreira promoveu a primeira mudança na equipe aos 16 minutos, colocando o lateral esquerdo Danilo no lugar de Matheusinho.

Porém, aos 18 minutos, o time americano sofreu um duro golpe no jogo. O meia Cárdenas iniciou a jogada pelo lado esquerdo e cruzou para a área, onde o atacante David estava livre para cabecear e aumentar a vantagem do time adversário. Com o placar adverso, Enderson Moreira mudou o time aos 21 minutos, colocando o atacante Nilson no lugar de Michael. Aos 28, o treinador americano fez a última alteração ao promover a entrada do meia Diego Lopes no lugar do volante Leandro Guerreiro.

Procurando o ataque, o time americano novamente criou uma chance clara no jogo e a desperdiçou. Aos 30 minutos, o lateral Jonas avançou pelo lado direito e fez um cruzamento rasteiro para Nilson. Na pequena área e de frente para o gol, o atacante americano não conseguiu finalizar o lance e a bola foi cortada pela defesa adversária.

Aos 35, o Coelho chegou mais uma vez. Gilson cruzou para a área e o meia Diego Lopes dividiu com a zaga, mas a finalização saiu fraca e foi defendida pelo goleiro do time baiano. Depois de muita insistência, o time americano finalmente conseguiu marcar o seu gol. Nilson dominou a bola no peito na entrada da área e deu um belo passe para Danilo. O lateral artilheiro do Coelho finalizou com muita força e precisão de pé esquerdo e estufou as redes adversárias diminuindo a desvantagem no jogo aos 40 minutos.

No fim da partida o América se lançou ao ataque buscando o empate de todas as formas. Até mesmo o goleiro João Ricardo chegou a ir para a área duas vezes em cobranças de escanteio, mas o esforço não foi suficiente. Mesmo com uma boa atuação e dominando boa parte do jogo, o América acabou sendo superado pelo placar de 2 a 1 pelo Vitória, em Salvador.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.