quinta-feira, 12 de Maio de 2016 09:38h Site oficial America-MG

América empata sem gol contra o Bahia pela Copa do Brasil

Time americano não saiu do 0 a 0 e resultado deixa futuro indefinido para partida de volta, em Salvador

O Coelho Campeão Mineiro voltou a campo na noite desta quarta (11), na Arena Independência, após conquistar o título estadual contra o Atlético no último domingo. Em confronto válido pela segunda fase da Copa do Brasil, o América ficou no 0 a 0 contra o Bahia, na primeira partida de eliminatória da competição nacional.

A partida de volta do time americano contra o Bahia será na próxima quarta-feira (18/5), às 21h45, em Salvador. Para avançar para a terceira fase da competição nacional, o Coelho precisa agora, de qualquer vitória ou algum empate sem gols. Se houver novo 0 a 0, a vaga será definida nos pênaltis. Em caso de derrota na Bahia, o time americano será eliminado.

Antes de definir sua situação na Copa do Brasil, o América irá iniciar sua caminhada no grande desafio da temporada: a Série A do Campeonato Brasileiro. Após conquistar o acesso em 2015, o Coelho volta a disputar a Primeira Divisão Nacional depois de 4 temporadas na Série B, e inicia o Brasileirão contra o Fluminense, no domingo (15/5), às 16h, na Arena Independência.

 

 

 

POUCO EFETIVO

O Campeão Estadual de 2016 entrou em campo contra o Bahia com uma novidade no gol. O goleiro Fernando Leal foi o titular na partida, no lugar de João Ricardo, que se superou para jogar as finais do Mineiro, já que havia sofrido um problema no músculo da coxa. Após a conquista do título mineiro, o Coelho começou a partida dominando o adversário.

O América tinha o domínio absoluto da posse de bola e forçava o Bahia a recuar em campo, se fechando na defesa. Porém, a equipe do Coelho não conseguia traduzir o comando em chances concretas de gol. O time tocava a bola, rondava a área adversária, mas não finalizava com perigo e não demonstrava efetividade ofensiva.

 

 

 

A chance perigosa do time americano no primeiro tempo foi aos 25 minutos, quando o meio campo Osman recebeu, na área, um passe do atacante Victor Rangel e finalizou com firmeza, mas a bola foi defendida com segurança pelo goleiro Marcelo Lomba. Aos 34 minutos, o Coelho sofreu uma baixa. O lateral direito Jonas, que se recuperou de uma lesão que o tirou de campo por quase dois meses, caiu de mau jeito e teve que ser substituído meia-atacante, Tiago Luís.

No fim do primeiro tempo, o Bahia atacou mais e teve duas boas oportunidades para abrir o placar. A primeira foi aos 41 minutos, quando acertou a trave americana, após chute do atacante Zé Roberto. Três minutos depois, o time baiano chegou com perigo de novo, em jogada do meio campo Luisinho, que invadiu a área e cruzou rasteiro para Zé Roberto. O atacante recebeu livre, de frente para o gol vazio, mas se enrolou com a bola, dando tempo para a defesa americana se recuperar no lance. Em um primeiro tempo de domínio pouco efetivo e pressão sofrida no final, o Coelho foi para o intervalo empatando em 0 a 0.

 

 

 

SEM GOLS

O início do segundo tempo de jogo foi elétrico. O Coelho voltou do intervalo pressionando bastante o time adversário e por pouco não abriu o placar da partida logo aos 2 minutos, quando os meias Osman e Rafael Bastos obrigaram o goleiro Marcelo Lomba a fazer duas grandes defesas sequenciais. Pouco tempo depois foi a vez do Bahia atacar com perigo, mas o goleiro Fernando Leal saiu bem do gol e defendeu com categoria a finalização do atacante Thiago Ribeiro, aos 5 minutos.

Após o início movimentado na segunda etapa, o jogo passou a ficar lento, com as equipes trocando passes no meio campo, sem muita objetividade. Aos 20 minutos, o técnico Givanildo Oliveira tentou mudar a situação do jogo fazendo a sua segunda substituição, ao colocar o atacante Borges no lugar de Victor Rangel.

 

 

 

 

A mudança não surtiu tanto efeito e o Coelho continuou sem impressionar, fazendo com que o Bahia passasse a acreditar na vitória. O time baiano chegava com mais frequência e mais perigo ao ataque, quase marcando seu gol aos 28 minutos. No lance, o atacante Gustavo Blanco recebeu completamente livre, frente a frente com Fernando Leal, mas o jogador acabou perdendo o gol ao chutar para fora.

Aos 34 minutos Givanildo Oliveira decidiu modificar a equipe pela última vez e promoveu a entrada do atacante Sávio no lugar de Rafael Bastos. O time americano passou a buscar o gol da vitória no final do jogo e tentou partir para cima do adversário na raça. E o Coelho quase chegou a marcar aos 39 minutos, em cobrança de falta do lateral esquerdo Danilo, que acabou batendo caprichosamente na trave.

 

 

 

 

Aos 46 minutos, o América chegou novamente em mais uma cobrança de falta de Danilo, que acabou passando com perigo por cima do gol de Marcelo. O Coelho lutou até o fim, mas não conseguiu marcar o gol da vitória. Mesmo com o empate sem gols, a torcida americana saudou a equipe com gritos de “É campeão!” após o apito final.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.