segunda-feira, 10 de Outubro de 2016 17:58h América/MG

América luta, mas acaba superado pelo líder em Londrina

Em mais um grande desafio, o América foi superado por 2 a 0 pelo líder Palmeiras na tarde deste domingo (9/10), no Estádio do Café, em Londrina, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time americano teve que lidar com uma grande pressão no início da partida e acabou sofrendo um gol do volante Tchê Tchê logo aos 2 minutos. Mas após o começo ruim, o Coelho passou a equilibrar a partida e a pressionar o time adversário. Porém, mesmo avançando suas linhas, dominando a posse de bola e criando oportunidades ofensivas, acabou sendo castigado no fim do jogo com o gol do atacante Alecsandro, aos 42 do 2º tempo.

Com a derrota, o América segue na 20ª colocação da tabela com 21 pontos. Agora, o time americano terá um clássico regional pela frente. O Coelho encara o rival Atlético na quinta-feira (13/10), às 19h30, no Mineirão, em partida válida pela 30ª rodada.

PRESSIONADO

Atuando contra o líder do Brasileiro, o time americano não começou bem a partida e logo no primeiro minuto do jogo o dversário conseguiu criar uma chance claríssima. O atacante Róger Guedes recebeu dentro da área, se livrou da marcação do volante Ernandes e chutou, mas o goleiro João Ricardo apareceu para realizar uma defesa espetacular e salvar o Coelho.

Porém, no lance seguinte, João Ricardo não conseguiu evitar o gol palmeirense. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para o volante Tchê Tchê, que finalizou de primeira no canto esquerdo do goleiro americano: Palmeiras 1 a 0, aos 2 minutos. O América sentiu o gol sofrido no início e não conseguiu sair da ‘blitz’ do adversário, que continuou na pressão. Aos 13 minutos o atacante Erik quase marcou o segundo do time paulista após receber dentro da área, mas a finalização do adversário foi para fora.

Após sofrer vários sustos no início do jogo, a equipe americana começou a se estabilizar em campo e a tranquilizar a partida. O Coelho passou a valorizar mais a posse de bola e o duelo ganhou em equilíbrio. Mesmo assim, o time americano não conseguia criar oportunidades claras de gol. A primeira finalização foi com o lateral esquerdo Gilson, que limpou a marcação e chutou de fora da área uma bola que acabou sendo interceptada pelo zagueiro Vitor Hugo. Aos 33 minutos foi a vez do zagueiro Éder Lima finalizar de fora da área, mas o chute foi bem defendido pelo goleiro adversário.

CASTIGO

O time americano voltou para o segundo tempo com a mesma formação, mas cresceu na partida. Com mais posse de bola, o América avançou suas linhas e obrigou o Palmeiras a se fechar no campo de defesa. Mas logo aos 5 minutos o técnico Enderson Moreira se viu obrigado a mudar o time. O zagueiro Roger machucou o nariz após disputa de bola com o volante Moisés e teve que deixar o campo. Em seu lugar entrou o zagueiro Messias.

Aos 7 minutos, o Coelho teve ótima chance, mas o árbitro Wagner do Nascimento acabou interferindo na jogada. No lance, o lateral Gilson fez grande jogada do lado esquerdo e cruzou uma bola que sobraria livre para o volante Juninho dentro da área, mas o árbitro parou o lance marcando uma falta inexistente do meia Matheusinho em Zé Roberto. Para completar, Wagner do Nascimento ainda expulsou o goleiro Fernando Leal do banco de reservas alegando reclamações.

Mas a arbitragem não desmotivou o América, que seguiu atacando. Aos 9 minutos, Gilson fez mais uma boa jogada e cruzou uma bola perigosíssima do lado esquerdo, mas o goleiro adversário apareceu para cortar o lance. Depois foi a vez do atacante Michael finalizar, numa cabeçada que passou por cima do gol. Aos 18 minutos, Enderson Moreira mudou o time pela segunda vez ao colocar o meia Osman no lugar de Matheusinho.

O tempo passava, a intensidade americana diminuía e os ataques ficavam cada vez mais raros. Observando esse panorama, Enderson Moreira fez sua última intervenção ao colocar o lateral esquerdo Danilo no lugar do volante Ernandes aos 35 minutos. Mesmo assim, o Coelho não conseguia mais se manter no campo ofensivo adversário, o que fez com que o Palmeiras passasse a avançar ao ataque para consolidar o resultado.

E, aos 40 minutos, o adversário chegou com atacante Rafael Marques, que cabeceou firme para o gol, mas o zagueiro Messias apareceu para cortar o lance de forma providencial, evitando o segundo gol palmeirense. No entanto, dois minutos depois, o Palmeiras praticamente selou a vitória. O atacante Alecsandro recebeu dentro da área, avançou e chutou. Messias tentou impedir a finalização do adversário e acabou desviando a bola e tirando o goleiro João Ricardo da jogada.

Castigado com o gol sofrido no final, o time americano ainda tentou reagir na sequência com Michael, que finalizou cruzado dentro da área, mas o goleiro Jaílson fez a defesa. Porém, todo o esforço não foi suficiente e o time americano acabou sendo derrotado pelo líder Palmeiras pelo placar de 2 a 0.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.