terça-feira, 18 de Janeiro de 2011 00:00h

América mostra a força da categoria de base mineira

LUCIANO EURIDES
luciano.eurides@gazetaoeste.com.br


O América Mineiro entrou em campo ontem como único representante mineiro na competição. Funorte nem sequer passou da primeira fase. Atlético e Cruzeiro saíram na segunda fase, coincidentemente nos pênaltis. O Coelho fez o diferencial, manteve o 100% de aproveitamento, passou pelo Fluminense e segue na competição.

O primeiro tempo de jogo foi de domínio total da equipe mineira. O Fluminense não conseguia chegar e o América saiu na frente com um gol de Luís Felipe, aos 22 minutos de jogo. Este foi o segundo dele na competição. O Fluminense não mudou o jeito de jogar e o América aumentou aos 31 minutos, Caleb recebeu a bola e tocou entre as pernas do goleiro Silézio para aumentar o marcador.

O goleiro Matheus do América destacou as dificuldades encontradas na primeira etapa e que não seriam diferentes na segunda metade do jogo. “O campo não ajuda, mas vamos lá, aqui não tem disso é guerra. Temos de estar sempre atentos”, falou o arqueiro.

Aos cinco minutos do segundo tempo o árbitro da Federação Paulista de Futebol errou ao marcar uma penalidade inexistente. O policial militar Ilbert Estevam da Silva, mesmo árbitro de Corinthians e Portuguesa de Desportos, errou, mas o goleiro do América acertou o canto e fez bonita defesa.

A reação do Fluminense somente veio aos 29 minutos do segundo tempo quando Marcos Junior descontou para o tricolor carioca e o jogo ficou mais apertado. A partida ficou dramática nos minutos finais. O Fluminense nervoso errava tudo, o América, por segurança, mantinha a bola no ataque. As equipes tiveram possibilidade de alterar o placar, mas as condições físicas, psicológicas e do gramado não permitiram.

Os jogadores do América, em especial os divinopolitanos Fredy e Washington comemoram muito a classificação. Fredy inclusive ensaiou uma dança. E assim o Coelho enfrentará o vencedor de Ponte Preta X Desportivo Brasil, jogo que acontece hoje.

Cruzeiro
O Cruzeiro fez, na noite desta sexta-feira, sua última partida pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. O time celeste enfrentou o Flamengo em jogo válido pela segunda fase da competição e, embora tenha lutado muito em campo e reagido, após ficar em desvantagem no placar por duas vezes, foi eliminado na disputa de pênaltis. O jogo terminou em 2 x 2 no tempo normal e a Raposa foi batida por 5 x 3 nas cobranças de penalidade máxima.

A partida não começou da forma que a equipe estrelada planejava. Aos oito minutos do primeiro tempo o lateral-direito Mayke tentou desviar uma bola alçada na área e acabou fazendo gol contra.
Com o revés, a Raposa foi prematuramente desclassificada da Copa São Paulo de Futebol Júnior, no entanto, o time celeste permaneceu invicto na competição, com três triunfos e um empate em quatro jogos.

Atlético
O Coritiba (PR) venceu o Atlético (MG) nos pênaltis pelo placar de 4 a 1, neste sábado (15), em São José do Rio Preto, e está nas oitavas-de-final da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2011.

Com 13 minutos de partida, Felipe Augusto colocou o Galo na frente do placar do Teixeirão, mas logo no minuto seguinte, o Coxa empatou, com Rafael Lucas, que também marcou o gol da virada do time paranaense, no começo do segundo tempo.

Sidmar, aos 25, empatou novamente a partida. Apesar dos esforços de ambos os times, o jogo foi para os pênaltis, onde o Coritiba obteve a vitória e a vaga para a próxima fase.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.