segunda-feira, 4 de Julho de 2016 16:04h Site oficial America-MG

América mostra equilíbrio, mas acaba superado na Arena da Baixada

A equipe americana criou algumas chances de gol, mas sem aproveitá-las

O América apresentou um futebol consistente e equilibrado na noite deste sábado, na Arena da Baixada, em Curitiba, mas não conseguiu evitar a derrota por 1 a 0 para o Atlético Paranaense, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da equipe adversária foi marcado pelo meia Nikão, aos 7 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o América permanece com os mesmos 8 pontos e na 20ª colocação do campeonato. O Coelho agora volta suas atenções para a Copa do Brasil. O próximo desafio será contra o Fortaleza, na partida de ida da terceira fase da competição, quinta-feira (7/7), às 21h, na Arena Independência.

 

 

EQUILIBRADO

O jogo começou com muito equilíbrio. Com modificações na equipe inicial, o técnico Sérgio Vieira promoveu a estreia do lateral esquerdo Bruno Teles. E, ao contrário do que estava acontecendo nas últimas partidas, o Coelho não sofreu gol logo no início da partida e pode imprimir um ritmo mais cadenciado. Tranquila em campo, a equipe americana trocava passes no meio campo e impedia que o adversário criasse chances ofensivas. O goleiro João Ricardo praticamente não foi obrigado a fazer nenhuma grande defesa na primeira etapa.

Com uma consistência defensiva maior, o América tentava chegar ao ataque por meio de contra golpes, mas o time estava falhando na hora do último passe antes da finalização. A melhor chance criada pelo Coelho aconteceu aos 25 minutos, quando o atacante Victor Rangel finalizou com força de fora da área, mas a bola acabou indo para fora.

 Sem criar muitas chances ofensivas, mas também sem sofrer uma pressão do adversário, o América foi para o intervalo empatando sem gols contra o Atlético Paranaense. A melhor chance americana foi em uma bola cabeceada pelo zagueiro Roger, que passou raspando a trave.

 

 

 

INFELICIDADE

O Coelho voltou do intervalo buscando o gol e teve uma boa chance aos 30 segundos, quando Victor Rangel rolou para a chegada de Osman, dentro da área, mas o meia não conseguiu finalizar com precisão. Mesmo voltando a todo o vapor para o segundo tempo, o time americano acabou sofrendo um duro golpe aos 7 minutos.

Em cobrança de escanteio, a zaga americana cortou a bola, mas o meia Nikão aproveitou a sobra na entrada da área e chutou de primeira. A bola passou por um bolo de jogadores e surpreendeu o goleiro João Ricardo. O Coelho tentou empatar na sequência com Osman, que invadiu a área e chutou forte, mas para fora, aos 10 minutos.

 

 

 

Aos 16 minutos, o técnico Sérgio Vieira mudou o time pela primeira vez ao tirar o lateral direito Jonas, que sofreu uma pancada na costela, para a entrada do volante Pablo, que retornou ao time após um longo período lesionado. Cinco minutos depois, o treinador americano fez duas substituições ao mesmo tempo. Os meias Alan Mineiro e Tony (que assim como Pablo retornou após um bom tempo em tratamento de lesão) nos lugares de Victor Rangel e Gilson, respectivamente.

O time americano partiu para o ataque em busca do empate e quase conseguiu a igualdade aos 32 minutos, quando o volante Juninho aproveitou uma sobra dentro da área e chutou forte, mas o zagueiro Wanderson conseguiu cortar o lance para salvar o time adversário. Aos 45 minutos, o América chegou de novo quando o meia Tony cruzou pela lado esquerdo e o atacante Borges cabeceou com perigo para o gol adversário, mas a bola acabou indo por cima. Foi a última chance do América, que acabou sendo superado pelo placar mínimo em Curitiba.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.