segunda-feira, 13 de Junho de 2011 09:21h Site América

América retorna de Floripa com um ponto, mas com muito mais confiança

A delegação do América retornou nesta manhã de domingo (12/06) de Florianópolis, onde empatou em 2 a 2 com Avaí, sábado à noite, no estádio da Ressacada. O grupo tem chegada prevista para as 13:30, em Confins, e terá o restante do dia de folga. A reapresentação está programada para segunda-feira, às 15:30, no CT Lanna Drumond, quando começa a semana de preparação para o clássico contra o Cruzeiro, no próximo sábado, na Arena do Jacaré.

 

 

O técnico Mauro Fernandes, nesta manhã, voltou ao conversar com o grupo antes da saída para o aeroporto. O treinador disse que os atletas deveriam chegar em Belo Horizonte de cabeça erguida, pela postura que tiveram em campo, mas que entendia o aborrecimento do grupo pelo gol sofrido nos instantes finais da partida. Porém, elogiou o comportamento em campo.

 

“Vocês resgataram aquela garra do ano passado. Vocês lutaram muito em campo e mereciam a vitória. Saíram do campo irritados e chateados com o empate. Mas o futebol é assim mesmo, são coisas que acontecem”, amenizou o treinador, antes de fazer uma associação entre resultados, o que geralmente não é levado muito em conta quando a “chamada sorte” do futebol aparece do outro lado.

 

 

“ No jogo contra o Bahia, saímos todos felizes com o gol da vitória (Alessandro) que marcamos aos 48 minutos. No futebol, enquanto a bola rola, ela tem condições de entrar no gol do adversário ou no nosso. Por isso, cheguem de cabeça erguida e feliz amanhã (segunda-feira) à tarde, pois teremos uma semana de muito trabalho para o clássico contra o Cruzeiro, mais uma guerra que iremos enfrentar”, enfatizou o técnico.

 

DESFALQUE


O lateral direito Marcos Rocha, expulso no finalzinho do jogo, cumpre suspensão automática. “Não falei nada com o árbitro (Héber Roberto Lopes). Ainda mostrei a ele que não estava na frente da bola, não estava atrapalhando o adversário. Mas ele me mostrou o cartão amarelo e em seguida o vermelho”, lamentou o jogador.

 

 

O meia Camilo e o atacante Eliandro, jogadores emprestados pelo Cruzeiro, por força de contrato, também não poderão jogar.


Por outro lado, o técnico Mauro Fernandes pode receber como reforço o meia Luciano. O jogador extraiu um dente siso na quinta-feira e ficou três dias repouso. Como ele havia reclamado de dores na parte posterior da coxa esquerda, o diretor médico clube, Cimar Eustáquio, aproveitou os dias de repouso do jogador para refazer todos os seus exames. Nesta segunda-feira, os resultados serão analisados, mas o médico acredita que ele possa ser liberado para o clássico.

 

OTIMISMO


Entre os jogadores, apesar das lamentações pelo gol sofrido nos instantes finais da partida, o clima é de muito otimismo. "Recuperamos o espírito guerreiro do time", disse o volante Dudu, que retornou à equipe e foi um destaques na marcação, dando maior estabilidade ao setor defensivo.

 

 

Para o zagueiro Anderson, ainda falta um pouco mais de atenção. Porém, a cada jogo, ele vê o crescimento do time. "Estamos melhorando a cada rodada. Criamos muitas chances e não merecíamos o empate".

 

O lateral Gilson, que fez sua estreia, gostou de sua atuação. "Como foi o primeiro jogo, foi bom. Aos poucos irei melhorando, mas participei bem das jogadas de ataque e também ajudei na marcação", analisou o lateral, ex-Grêmio, que iniciou a jogada do gol de Alessandro, o primeiro do jogo.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.