segunda-feira, 26 de Setembro de 2016 17:26h América/MG

América vence a segunda seguida e se mantém vivo no Brasileirão

Nem mesmo a forte chuva ou a queda de energia dos refletores evitou a festa da torcida americana na noite deste sábado (24/9), na Arena Independência. O América mostrou que tem qualidade, consistência e venceu o Botafogo por 1 a 0, em jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi a segunda vitória consecutiva do Coelho no Brasileiro, que está mais vivo do que nunca na briga para sair da zona de rebaixamento. O gol americano foi marcado aos 19 minutos do segundo tempo pelo lateral direito Jonas,  o seu terceiro gol na competição, 

A segunda vitória consecutiva que aumentou para quatro jogos a invencibilidade da equipe, fez o América se aproximar de seus adversários que estão na frente na tabela. O Coelho sobe para 21 pontos na classificação, permanenece na 20ª colocação, mas fica agora a oito pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento. O próximo compromisso será fora de casa, contra o Coritiba, no Estádio Couto Pereira, no dia 3 de outubro (segunda-feira), às 21h.

ACESO

Debaixo de forte chuva, o jogo começou com as equipes se estudando.  A partida era disputada principalmente no setor do meio campo, sem que as equipes conseguissem criar chances claras de gol. O Coelho tentava avançar, mas pecava no último passe. A única finalização nos primeiros 15 minutos foi do atacante botafoguense Neílton, aos 12, mas que o goleiro Fernando Leal defendeu com segurança.

À medida em que o tempo passava, o time americano começava a tomar conta da partida. Apresentando um futebol consistente, o Coelho passou a dominar as ações do jogo, mas ainda pecava no último passe. As únicas chances criadas nesse momento de superioridade na partida foram com o lateral esquerdo Danilo, aos 26 minutos, em chute da entrada da área, que acabou  sendo interceptado pela defesa adversária, e com o zagueiro Roger. No lance, o defensor foi cortar a jogada, a bola ganhou velocidade devido ao gramado molhado e, por muito pouco, não encobriu o goleiro Sidão do Botafogo.

E justamente quando o time americano crescia na partida, os refletores da Arena Independência se desligaram, aos 29 minutos. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira paralisou o jogo, que retornou 13 minutos depois. Durante a pausa, os jogadores se reuniram no banco de reservas a torcida americana aproveitou para fazer uma bela festa nas arquibancadas do Independência, iluminando o estádio do Coelho com as luzes de seus celulares.

Com energia elétrica restabelecida no estádio, o time americano voltou aceso para a partida. Partiu para cima do time adversário e criou duas chances claríssimas de abrir o placar. Na primeira, aos 33 minutos, o meia Matheusinho recebeu passe do volante Juninho, limpou a marcação, invadiu a área e finalizou de perna esquerda. A bola tinha endereço certo, mas o zagueiro Emerson Silva apareceu e mudou a trajetória da bola, que foi para escanteio. Na cobrança do escanteio, o Coelho teve outra ótima chance para fazer seu primeiro gol. Danilo cobrou e o goleiro Sidão saiu sem conseguir cortar a jogada. Com o gol adversário sem goleiro, o volante Leandro Guerreiro conseguiu finalizar de costas, mas o zagueiro Joel Carli salvou em cima da linha e evitou o gol do América, com o primeiro tempo terminando sem gol. 

FORÇA DA VITÓRIA

A chuva deu um tempo na segunda etapa. O time voltou do vestiário com a mesma formação e mais ímpeto ofensivo, pressionando bastante o Botafogo, especialmente pela direita com o habilidoso Matheusinho. Aos 8 minutos, a jovem revelação americana 'entortou' o lateral Diogo com um lindo drible e finalizou forte, mas o zagueiro Joel Carli apareceu para cortar. Aos 13, Matheusinho fez outra grande jogada individual e cruzou na área, mas o goleiro adversário cortou o lance.

A pressão ficava cada vez maior até que, aos 19 minutos, finalmente, o torcedor soltou o grito de gol da garganta. O volante Ernandes fez ótima jogada pelo lado esquerdo e cruzou para dentro da área. O lateral direito Jonas apareceu feito um foguete para finalizar de primeira, com precisão. O goleiro adversário ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol do lateral artilheiro Jonas: Coelho 1 a 0.

O Botafogo tentou sair para o jogo e chegou com perigo aos 26 minutos. O atacante Rodrigo Pimpão chutou de dentro da área, mas Fernando Leal apareceu brilhantemente para fazer ótima defesa com o pé, evitando o gol adversário. Aos 28 minutos, o técnico Enderson Moreira promoveu a primeira mudança ao tirar o atacante Nixon e colocar o também atacante Michael. E logo em seu primeiro lance, Michael fez grande jogada. Após roubada de bola de Matheusinho no meio campo, Michael avançou em velocidade pelo lado direito e cruzou para Danilo, que fechava do outro lado da área. Danilo finalizou de primeira, mas Sidão salvou com excelente defesa.

Aos 37, Enderson mudou pela segunda vez e promoveu a volta do meia Tony, que não atuava desde o mês de julho, recuperando-se uma lesão, no lugar de Danilo, que deixou o campo bastante aplaudido pela torcida.

Cada vez mais próximo da vitória, o time americano se fechou na defesa e teve que segurar a pressão da equipe carioca.  Aos 47 minutos, a defesa do Coelho teve que se virar para evitar o gol adversário, em lance que a bola parecia não sair de dentro da área. Pouco depois, o volante Pablo entrou no lugar de Matheusinho. A pressão botafoguense foi forte até o fim, mas a raça e o empenho americano foram mais fortes.

Fim de jogo, América 1 a 0 Botafogo e muita festa da torcida, que deixou o estádio com o famoso "acredita América!"

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.