segunda-feira, 20 de Junho de 2016 14:32h Atualizado em 20 de Junho de 2016 às 14:38h. Site oficial America-MG

América vira em cima do Coritiba na Arena Independência

Borges vibra com o belo gol da virada americana em seu estádio

O América voltou a mostrar sua força em sua casa e conquistou uma “vitória de seis pontos” na noite deste sábado (18/6), na Arena Independência. No jogo que marcou estreia do técnico português Sérgio Vieira diante da torcida americana, o campeão mineiro bateu o Coritiba por 2 a 1, de virada, com direito a golaço do atacante Borges. O outro gol foi do zagueiro Adalberto, no confronto direto com a equipe paranaense pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado fez o Coelho pular para a 18ª colocação, agora com 8 pontos, empatado com o próprio Coritiba, Cruzeiro e Botafogo, que ainda jogam na rodada.

 

 

 

Após um primeiro tempo com domínio americano, mas sem gols, as equipes proporcionaram fortes emoções na etapa final. O adversário saiu na frente com gol do atacante Kleber, aos 4 minutos. Mas o Coelho não demorou reagir. O zagueiro Adalberto empatou aos 9 minutos e, aos 12, o atacante Borges fez um golaço e virou a partida para 2 a 1.

O Coelhão, agora, volta jogar fora de casa. O Time da Família irá enfrentar o Palmeiras, na terça-feira (21/6), às 21h30, na Allianz Arena, em São Paulo.

 

 

 

MAIS INCISIVO

O América teve duas boas chances logo no início do jogo. A primeira aos 3 minutos, quando o meia Eduardo fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para a área. O meia Osman tentou alcançar o cruzamento , mas acabou “furando” no lance. Aos 9, o Coelho chegou com o atacante Borges, que recebeu a bola do volante Juninho e chutou para o fundo das redes. Porém, o atacante estava impedido e o lance já havia sido invalidado.

Após as boas chances no começo, a equipe americana diminuiu o ritmo ofensivo. Mesmo assim o Coelho continuou criando muito perigo para a defesa adversária. Aos 27 minutos, o gol americano não saiu por um milagre. Livre de marcação e dentro da área, Eduardo aproveitou uma sobra e chutou forte, mas o volante João Paulo se jogou no lance e conseguiu desviar a trajetória da bola.

Quando parecia que nada mais aconteceria até o fim da primeira etapa, o Coelho acabou chegando com muito perigo aos 43 minutos. O lateral Danilo fez ótima jogada pela esquerda, limpou a marcação, invadiu a área e finalizou com firmeza, mas a bola acabou não tendo direção. Mais incisivo do que o adversário no primeiro tempo, o Coelho até criou boas oportunidades, mas foi para o intervalo empatando sem gols.

 

 

 

EMOÇÃO TOTAL

Se faltaram gols no primeiro tempo, no início da segunda etapa as coisas foram completamente diferentes. Os momentos iniciais do segundo tempo foram alucinantes e logo aos 2 minutos o América teve uma chance claríssima com Borges, que invadiu a área, mas acabou finalizando em cima do goleiro adversário. Dois minutos depois, tudo que o time americano não queria aconteceu. O atacante Kleber recebeu dentro da área, driblou o goleiro João Ricardo e finalizou para abrir o placar para o Coritiba, aos 4 minutos.

O gol adversário, no entanto, não abalou o Coelho, que respondeu gol sofrido cinco minutos depois. Danilo cobrou falta da intermediária com muita força e o goleiro Wilson acabou rebatendo a bola. No rebote, o zagueiro Adalberto, que no jogo contra o Botafogo falhou no lance do segundo gol adversário, desta vez foi oportunista e apareceu dentro da área para empatar a partida, aos 9 minutos.

 

 

 

Logo na sequência, o América conseguiu virada. Adalberto lançou o atacante Borges, que recebeu na entrada da área e teve muita categoria para encobrir o goleiro adversário com um único toque, marcando um golaço na Arena Independência, aos 12 minutos: América 2 a 1.

O segundo gol  animou o Coelho, que por pouco não marcou o terceiro após cabeçada de Borges, que passou muito perto do gol adversário.

 

 

 

Em vantagem no jogo, o técnico Sérgio Vieira modificou a equipe aos 22 minutos, quando colocou em campo o meia Alan Mineiro no lugar de Eduardo. Aos 29 minutos, o técnico americano fez a segunda mudança ao trocar o atacante Borges pelo também atacante Victor Rangel. O time americano corria e lutava bastante, quando Osman, um dos jogadores que mais se empenhou em campo, acabou sendo substituído, aos 36 minutos, pelo atacante Sávio.

 

 

 

Quando o jogo encaminhava para o final, a partida ficou dramática. Em busca do empate, o Coritiba se lançou ao ataque e assustou a equipe americana aos 39 minutos. O zagueiro Artur recuou uma bola fraca para João Ricardo e o goleiro americano teve que “dividir” com o atacante adversário. Na sequência do lance o volante Juninho ainda teve que salvar a meta americana evitando que um chute de longe entrasse no gol do Coelho.

 Com muita luta, garra e sofrimento, o América segurou o resultado até o final e conquistou sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.