quinta-feira, 19 de Novembro de 2015 10:30h Atualizado em 19 de Novembro de 2015 às 10:34h.

Araxá do técnico Gustavo Brancão é o campeão do interior

O Araxá Esporte conseguiu a vaga para a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017, maior vitrine de novos talentos, neste domingo, 15 de novembro

O jogo do Gansinho foi contra o Atlético e terminou empatado em 0 a 0, mas com esse resultado, o alvinegro araxaense ficou na dependência de um tropeço do Villa Nova para ser tricampeão do interior.
A torcida deu certo e o Villa Nova acabou sendo derrotado pelo Cruzeiro por 3 a 0, no estádio Mineirão, partida esta que encerrou o hexagonal final do Mineiro Sub-20 e foi preliminar de Cruzeiro x Sport pelo Campeonato Brasileiro.
O Araxá é a melhor equipe do interior do estado pela terceira vez seguida e só confirma principalmente o bom trabalho desenvolvido pelo treinador Gustavo Rodrigues (Brancão). Ele que esteve à frente do Araxá Esporte sub-20 em 2013 e 2014 conquistou, pela terceira vez, mais esse feito importante para as categorias de base do alvinegro na temporada de 2015.
O Gansinho ficou na quarta posição com 12 pontos, atrás apenas de Cruzeiro (1°), América (2°) e Atlético (3°). Após a disputa do hexagonal final, membros da comissão técnica e jogadores ganharam descanso merecido em virtude da raça e disposição mostradas durante meses de trabalho.
De acordo com planejamento, eles voltam na primeira semana de dezembro e, se preparam para jogar a competição organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF), edição 2016, a partir de janeiro.

O treinador Gustavo Rodrigues (Brancão) se manifestou na rede social e diz que a missão foi cumprida. “Trabalhamos muito e temos que comemorar muito o fato de sermos, por três anos seguidos, a melhor equipe do interior do estado de Minas Gerais. Conquistamos o direito de disputar a Taça São Paulo de 2017”, afirma o treinador.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.