sábado, 21 de Maio de 2016 09:50h Luciano Eurides

Atleta divinopolitano é incorporado ao América Mineiro

O sonho de ser um jogador de futebol profissional depende de muito esforço, dedicação e tempo

Não se vira um jogador, mas se participa de um processo de formação, onde a entrada no mercado de trabalho é tão difícil quanto de outras profissões. Nesse processo, Pablo Patryc Melo Campos, divinopolitano, com vasto currículo pelos seus apenas 14 anos, está nesse processo de formação e vai fazer parte do elenco do América Mineiro, um dos maiores núcleos formadores do Brasil.

 

 

 

A busca pelo conhecimento e aprimorar fisicamente e taticamente começou cedo, ainda no Flamengo, isso no ano de 2008. Do Rubro Negro, foi para a escolinha do Cruzeiro (anos de 2012,2013 e 1º semestre de 2014), já nos seis últimos meses de 2014, voltou para o Mendes Mourão.  Depois, no 1º semestre de 2015, jogou no Interminas, uma das bem-conceituadas formadoras e inclusive com atletas no exterior, já nos últimos seis meses do ano passado, esteve em outra conceituada escola, o Futgol, onde foi o artilheiro de uma competição.

 

 

 

 

Com uma bagagem de oito anos vivendo o futebol competitivo, ele já sabe que o importante é estar preparado, pois a oportunidade pode aparecer a qualquer instante. Este ano, de volta ao Mendes Mourão, defende o Flamengo na disputa da Imef, e teve uma oportunidade de participar da peneirada no América Mineiro, juntamente com outros 80 atletas de todo o Brasil, ele foi um dos escolhidos e será incorporado ao time mineiro, que hoje ocupa uma posição destaque nacional e sempre convidado às competições mais importantes do país.

 

 

 

O atleta está feliz com a nova oportunidade e defenderá uma equipe grande e por isso entende que aumenta também a responsabilidade dele. “Estou muito feliz, é um sonho para todos jogar num time de tradição como o América, já passei pelo Flamengo de Divinópolis, Cruzeiro BH, Interminas BH, Futgol BH e todos pela escolinha. Agora estou tendo a oportunidade de defender um time da Série A como jogador, e isso com certeza aumenta ainda mais minha responsabilidade de saber que é um time grande e que eles vão sempre contar comigo e precisar de mim”, declarou o jogador.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.