sábado, 2 de Julho de 2016 08:12h Atualizado em 1 de Julho de 2016 às 18:14h. Luciano Eurides

Atleta Pablo Patric comenta chegada dele ao América Mineiro

O atleta divinopolitano, Pablo Patric, que fez toda a categoria de base no Flamengo do Mendes Mourão

POR LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

 

O atleta divinopolitano, Pablo Patric, que fez toda a categoria de base no Flamengo do Mendes Mourão, teve um período no Cruzeiro e também vestiu a camisa do Futgol, encara a nova missão de defender a base do América Mineiro e conta como é essa nova fase da vida.

 

Acompanhado do pai, ele esteve nos estúdios da Rádio Minas e contou toda a história, a paixão pelo futebol. “Comecei no Flamengo, nos dias de sábado, na clínica mesmo. Gostava muito de jogar bola e brincava em qualquer lugar, então, meu pai me levou para jogar, gostaram, me passaram para a equipe de competição. Depois de algum tempo fui para o Cruzeiro, na época, não podia ficar no alojamento, então tinha de ir e voltar três vezes por semana. Isso foi cansativo e caro, não deu certo. Voltei para o Flamengo e depois fui convidado para o Futgol, fiz jogos e onde o América me viu. Hoje estou no Coelho, mas como joguei a Imef pelo Flamengo, estava apto a jogar até o fim da competição”, disse.

 

Ele revela há sim diferenças entre as escolas de base de Divinópolis e da capital, em especial o América Mineiro, especialmente nas partes táticas e físicas. “Lá, eles têm academia e fazem um trabalho voltado para cada atleta. Também as questões táticas e jogadas ensaiadas, seria muito bom se as escolas de Divinópolis também fizessem, pois facilitaria muito”, disse.

 

O Flamengo é uma das mais tradicionais escolas de futebol de Divinópolis. Revelou vários atletas ao longo destas oito décadas, como Rafael Cesarino, Michel Cury, Luizinho, Chico Marcelo, Fabrício e, atualmente, Lucas Rodrigues e Poeta. Pronto para entrar na lista o jogador Pablo Patric. É presidido atualmente por Gilberto Ferreira.


Por meio de uma parceria com a Uemg, possui o projeto Clínica de Atletas, onde profissionais atuam na escolinha de futebol atendendo crianças a partir de 4 anos com trabalho de coordenação motora e fundamentos para avaliação em grandes clubes de futebol.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.