terça-feira, 12 de Julho de 2016 17:20h

Atleticanos não conseguem encontrar lado bom do jogo contra o Flamengo

A partida contra o Flamengo, nesse domingo, em Brasília, marcou a reestreia do meia-atacante Maicosuel ao Atlético, após um ano de empréstimo ao Al Sharjah, dos Emirados Árabes

O jogador entrou no intervalo do jogo, no lugar de Patric, mas não conseguiu evitar a derrota por 2 a 0 para o rubro-negro carioca.

A intenção da comissão técnica era promover o retorno de Maicosuel mais para frente, após um trabalho de recondicionamento físico. No entanto, sem Fred, suspenso, e Cazares, que sentiu um incômodo muscular na coxa pouco antes da partida, o técnico Marcelo Oliveira se viu obrigado a utilizá-lo por um tempo inteiro.

 

 

Na opinião do meia-atacante, sua reestreia com a camisa do Galo ficou bem aquém do esperado e o bom futebol só vai reaparecer com o decorrer do tempo. “Não, não (se aprovou a atuação). Estou muito abaixo ainda. Tem que ter muita paciência. O ideal era para retornar com três semanas, voltei com três treinos. Então, tem que melhorar muito a parte física. E o condicionamento físico a gente só vai ter jogando. Então, tem que ter paciência”, ponderou.

O revés veio em péssima hora para o Atlético, que desperdiçou a oportunidade de colar definitivamente no grupo dos quatro primeiros colocados. Para Maicosuel, o time precisa digerir o resultado o quanto antes e buscar a reação na segunda-feira que vem, na partida contra o Coritiba, em Belo Horizonte. “A gente não aproveitou as chances que teve e o Flamengo também é um time muito qualificado, conseguiu trabalhar bem a bola e aproveitou as chances. Agora é trabalhar, não adianta baixar a cabeça. A gente perdeu para um concorrente direto, mas sabemos que não acabou, semana que vem tem mais, a gente tem que ganhar porque nosso objetivo é muito grande”, disse o atleticano.

 

 

Marcelo Oliveira detectou importantes falhas do Atlético na derrota por 2 a 0 diante do Flamengo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Para o treinador, o principal fator que desequilibrou o confronto foi o ataque ineficiente neste domingo. "O nosso início de jogo foi muito ruim e o Flamengo apertou muito a saída de bola. Não conseguimos jogar pelos primeiros 20 minutos, mas depois melhoramos. No segundo tempo, aumentamos a posse de bola, mas eles se aproveitaram do nosso erro. Faltou poder de decisão para colocar a bola para dentro", analisou o treinador, em entrevista coletiva após a partida.

 

 

Apesar de encontrar as falhas do próprio time, o técnico enalteceu o trabalho do Flamengo. Antes da partida, os dois times estavam empatados com 20 pontos e agora o Atlético acabou mais distante do grupo de classificação à Copa Libertadores. "O Flamengo é um time qualificado e conseguiu trabalhar muito bem a bola e aproveitou a chance que teve. Temos de levantar a cabeça, pois semana que vem tem mais. Perdemos no confronto direto, mas temos de seguir trabalhando, porque o nosso objetivo é muito grande", acrescentou o treinador.

 

 

Agora o Atlético terá uma semana completa para treinar antes de retornar a campo pelo Brasileirão. No próximo dia 18, uma segunda-feira, o time alvinegro recebe o Coritiba, no estádio Independência, em Belo Horizonte.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.