sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011 13:54h

Atlético continua tentando reforçar a equipe

O presidente do Atlético, Alexandre Kalil, negocia a contratação do lateral-esquerdo Ávine, destaque do Bahia na disputa do Campeonato Brasileiro. Ele poderá se converter no segundo reforço do clube para 2012. O primeiro foi o volante Leandro Donizete, do Coritiba.

Santos, Fluminense e o Napoli, da Itália, também já consultaram o clube baiano e os empresários do lateral para tentarem viabilizar o negócio. A negociação com o Atlético, entretanto, está mais encaminhada.

Para ficar com Ávine, o Galo terá que comprar ao menos 50% dos direitos econômicos que pertencem ao Bahia. A outra metade, da Goal Sport Promotion, poderá ou não entrar no negócio, dentro do interesse da cúpula alvinegra e também da empresa.

A tendência é que o contrato entre Atlético e Ávine, caso a operação se conclua, seja de quatro anos.

O Cruzeiro manteve contatos para ter Ávine ainda no meio do segundo semestre, apesar de o clube não admitir. Para 2012, dirigentes celestes resolveram apostar em Gilson, ex-América.

Ávine tem 23 anos e já defendeu o Santo André, além do Bahia. O jogador tem passagem por seleções de base. O treinador Renê Santana, quando esteve no clube baiano, neste ano, chegou a recomendar a sua convocação para a Seleção principal para o técnico Mano Menezes, como revelou em entrevista ao programa “Bem Amigos”, do canal fechado Sportv.


Future Champions


O time juvenil do Atlético empatou em 1 a 1 com o Boca Juniors, na tarde desta quarta-feira, e garantiu vaga na semifinal do Torneio Future Champions Sub-17. A equipe enfrenta agora o Colo-Colo, do Chile.

O Boca abriu o placar em cobrança de pênalti e o Galo chegou ao gol do empate ainda no primeiro tempo. Marcelo marcou para a equipe alvinegra.

A outra semifinal será entre Cruzeiro e Nacional, do Uruguai.

Eleições


A eleição do novo presidente do Atlético, que terá a missão de conduzir o clube no triênio 2012-2014, transcorreu de forma tranqüila ontem. Pela manhã, cerca de 130 dos 443 conselheiros já tinham escolhido entre Alexandre Kalil, Fred Couto e Irmar Ferreira.
O pleito se encerrou às 17 horas,a apuração dos votos começou logo após o fim da eleição. Alexandre Kalil foi reeleito presidente do Galo.

Dos 443 conselheiros aptos a votar, 380 compareceram à sede do Atlético, Alexandre Kalil recebeu 235 votos. Fred Couto teve 79 indicações. Já Irmar Ferreira foi votado por 61 conselheiros.

Em 2008, quando se elegeu pela primeira vez, Kalil recebeu 271 votos, contra 130 para Sérgio Bias Fortes e apenas um para Itamar Vasconcellos. Houve um voto nulo. Compareceram 403 dos 474 conselheiros com direito a voto.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.