terça-feira, 21 de Maio de 2013 07:59h Divulgação

Atlético é bicampeão mineiro

Maior vencedor da competição, o Galo ampliou sua hegemonia em Minas Gerais, conquistando o 42º Estadual.

Maior vencedor da competição, o Galo ampliou sua hegemonia em Minas Gerais, conquistando o 42º Estadual. Com a goleada por 3 a 0 no primeiro clássico da decisão, disputado na Arena Independência, o Alvinegro ergueu a taça de Campeão Mineiro de 2013 mesmo perdendo por 2 a 1 neste domingo, em partida que teve três gols de pênalti: dois de Dagoberto e um de Ronaldinho. Nesta quinta-feira (23), o Atlético iniciará a disputa por uma vaga nas semifinais da copa Bridgestone Libertadores enfrentando o

Tijuana, no estádio Caliente, em Tijuana, no México, no jogo de ida das quartas de final.
A festa do bicampeonato mineiro do Atlético no Mineirão foi comandada pelo craque Ronaldinho Gaúcho, autor do gol do alvinegro na partida e decisivo na reta final da competição. “Ser campeão com um gol é começar a entrar para a história do clube. É um passo importante, já estamos com um semestre trabalhado, então, coroamos o trabalho de seis meses. É uma emoção diferente, a torcida me acolheu, me abraçou. Vir aqui, fazer o gol do título, é um gosto especial. É muito bom passar essa alegria em um estágio desse da minha vida, é algo que não tem como explicar”, disse Ronaldinho. “Agora, é só alegria, é só vibração. Que venha a Libertadores e vamos continuar atropelando”, afirmou o craque.

O técnico cuca comemorou bastante a conquista do Bicampeonato Mineiro pelo Atlético. De acordo com ele, o Galo mereceu levantar a taça pelo que apresentou na soma das duas partidas da decisão. “Fomos muito mal no primeiro tempo e chegamos no limite da nossa vantagem. No segundo tempo, acertamos a distribuição das jogadas, jogamos melhor e merecemos vencer o segundo tempo, como vencemos, e, consequentemente, o título, que foi merecido por tudo que a equipe fez nas duas partidas”, analisou.
O técnico Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva à imprensa, após a vitória do Cruzeiro por 2 a 1 pela partida de volta da decisão do Campeonato Mineiro.

O comandante celeste ressaltou a entrega dos jogadores durante toda a partida e agradeceu à China Azul pelo seu apoio irrestrito por toda a semana, algo que o treinador jamais havia presenciado em sua carreira. “Tenho a exaltar a garra e o bom futebol jogado contra um time que tinha uma vantagem expressiva e a participação do torcedor que é algo assim que eu não via há muito tempo”, exaltou o técnico. “A torcida fez muito por nós durante toda a semana que antecedeu a partida. Na carreata atrás do ônibus e na nossa chegada ao estádio esteve uma torcida que vibrou, empurrou, apoiou e ajudou muito”, completou.

Para Marcelo, a força da torcida será importantíssima para que o Cruzeiro conquiste os principais torneios do restante da temporada. “A semente está plantada. Vamos pensar agora na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro para entrarmos fortes e fortalecer ainda mais essa parceria com a torcida, porque é isso o que vai nos levar longe nesta temporada”, destacou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.