domingo, 26 de Junho de 2011 10:03h Atualizado em 26 de Junho de 2011 às 10:08h. Sites de Atlético e Cruzeiro

Atlético é goleado e Cruzeiro consegue a primeira vitória

GALO SAI NA FRENTE,MAS PERDE NO ENGENHÃO


O Atlético saiu na frente com um gol de Dudu Cearense, mas perdeu por 4 a 1 para o Flamengo, neste sábado, no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro. Os gols da equipe carioca foram marcados por Ronaldinho Gaúcho, Thiago Neves e Deivid (2). Com o resultado, o Galo permaneceu com oito pontos, em 7º lugar na tabela.

Na próxima rodada, o adversário será o Internacional, quinta-feira, às 21h, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Os ingressos para esta partida estarão à venda a partir das 10h desta segunda-feira.

O JOGO

O Atlético quase abriu o placar logo aos três minutos, na enfiada de bola de Daniel Carvalho para Guilherme, que concluiu por cima do gol. A equipe carioca teve a sua primeira tentativa na cobrança de falta de Ronaldinho Gaúcho, também por cima do gol.

Aos 15 minutos, em boa trama ofensiva do ataque atleticano, Magno Alves fez boa tabela com Guilherme na entrada da área, mas a defesa conseguiu cortar a jogada. Em seguida, Guilherme arriscou de longa distância, para fora.

O Galo voltou a levar perigo no cruzamento rasteiro de Patric pela direita e a bola atravessou a grande área. Aos 34 minutos, em grande oportunidade, Guilherme Santos cruzou pela esquerda e Guilherme bateu de primeira, exigindo grande defesa de Felipe.

Já nos descontos, Patric recebeu lançamento na grande área, mas se chocou com o zagueiro e foi desarmado, naquele que foi o último ataque alvinegro no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

A equipe retornou do intervalo com duas alterações: Magno Alves e Daniel Carvalho foram substituídos por Neto Berola e Renan Oliveira. Neto Berola protagonizou as duas primeiras chances do Galo na etapa final, em chute de fora da área, por cima do gol, e cruzamento rasteiro pela esquerda, interceptado pelo goleiro.

Aos cinco minutos, Renan Oliveira acertou um belo chute da entrada da área e obrigou Felipe a fazer grande defesa. O Atlético foi para cima e, no minuto seguinte, Neto Berola sofreu falta na intermediária. Serginho levantou na área e Dudu Cearense desviou de cabeça para abrir o placar no Engenhão: Galo 1 x 0.

Aos 14 minutos, em lance de contra-ataque, Neto Berola passou por dois marcadores e concluiu para a defesa de Felipe no canto direito. Sete minutos depois, Ronaldinho Gaúcho empatou para o Flamengo. Aos 25, Toró entrou no lugar de Giovanni.

Aos 30 minutos, Thiago Neves marcou o segundo gol do Flamengo. Aos 41, Deivid fez o terceiro gol do time carioca. Já nos descontos, Deivid anotou o quarto gol do Flamengo.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 4 x 1 ATLÉTICO
Motivo: 6ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 25/06/2011
Estádio: Engenhão
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Gols: Dudu Cearense (52’), Ronaldinho Gaúcho (66’), Thiago Neves (75’), Deivid (86’) (90’)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Alessandro Álvaro Rocha Matos (BA)
Cartões amarelos: Guilherme, Dudu Cearense (Atlético); Thiago Neves (Flamengo)


Flamengo
Felipe; Welinton, David Braz (Negueba) e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Luiz Antônio (Luis Felipe), Renato, Thiago Neves e Junior Cesar; Ronaldinho Gaúcho e Wanderley (Deivid). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Atlético
Renan Ribeiro; Patric, Leonardo Silva, Réver e Guilherme Santos; Serginho, Dudu Cearense, Giovanni (Toró) e Daniel Carvalho (Renan Oliveira); Magno Alves (Neto Berola) e Guilherme. Técnico: Dorival Júnior.

 

EM JOGO EMOCIONANTE, CRUZEIRO VENCE O CORITIVA NA ARENA DO JACARÉ: 2 a 1

 

 

 

O Cruzeiro venceu o Coritiba por 2 a 1 na noite deste sábado, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro, e chegou aos seis pontos na competição. O meia argentino Walter Montillo fez os dois gols cruzeirenses, ambos no segundo tempo. A partida marcou a estreia do técnico Joel Santana no comando do Melhor Clube Brasileiro do Século XX. Com o resultado, o time estrelado subiu para o 14ª lugar, pelo menos até o complemento da rodada, neste domingo. O próximo compromisso do Cruzeiro será na próxima quarta-feira, contra o Vasco, às 19h30, em São Januário, no Rio de Janeiro-RJ, pela 7ª rodada do Nacional.

O jogo

O time cruzeirense começou impondo seu ritmo, não tomou conhecimento do adversário e foi para o ataque. A marcação sob pressão, treinada exaustivamente por Joel Santana durante a semana na Toca da Raposa II foi visivelmente notada. A primeira boa chance de gol aconteceu aos sete minutos. Wallyson recebeu na direita e arriscou um chute forte, mas mandou a bola por cima do gol. Aos 14min, Wallyson disparou pela direita e cruzou para a área. A defesa conseguiu fazer o corte antes de Montillo completar para o gol.

O Coritiba tocava mais a bola e, quando chegava ao ataque, diminuía o ritmo. O time estrelado continuava procurando o gol, e teve uma ou outra oportunidade, como em uma cobrança de falta de Montillo, quando a bola bateu na barreira e foi à linha de fundo; e em uma cobrança de escanteio, quando o árbitro marcou uma falta de ataque inexistente.

A equipe cruzeirense encontrava uma certa liberdade pelo lado direito do ataque, com Wallyson, que explorava as jogadas em velocidade e tentava os cruzamentos para a área. Com essa jogada, o Cruzeiro conseguiu algumas faltas por aquele setor. Do outro lado, o adversário não exigia muito do goleiro Fábio, que estava seguro e via a sua dupla de zaga, formada por Gil e Léo, fazer uma boa partida.

Aos 27min, o Coritiba asustou. Bill aproveitou um cruzamento rasteiro da direita, se esticou e desviou em direção ao gol, mas mandou a bola por cima do travessão de Fábio. Aos 37, Joel Santana foi obrigado a fazer a primeira mudança no Cruzeiro. Henrique, com dores no punho direito, deixou o gramado para a entrada de Dudu.

No minuto seguinte, a Raposa chegou novamente ao ataque pelo lado direito, desta vez com o argentino Montillo, que encheu o pé, mas mandou a bola à direita do gol de Edson Bastos. Aos 43min, Everton fez boa jogada individual e arriscou um chute. A bola desviou em Anselmo Ramon no meio do caminho e se perdeu à linha de fundo.

Aos 44min, o árbitro marcou uma falta de Léo em Bill, na entrada da área. O goleiro Fábio reclamou e recebeu cartão amarelo. Após a cobrança, a bola desviou na barreira e saiu. A arbitragem autorizou a cobrança de escanteio, mesmo esgotados o tempo regulamentar e o acréscimo. Após cruzamento, a defesa estrelada afastou e o time partia para um contra-ataque perigoso, mas o árbitro apitou o fim do primeiro tempo, para a reclamação dos cruzeirenses.

Segundo tempo

O Coritiba deu a saída de bola e se mandou para o ataque. O Cruzeiro respondeu e levou perigo. Ainda no primeiro minuto, Anselmo Ramon recebeu passe na entrada da área e finalizou para o gol, mas errou o alvo, e a bola foi por cima. O time estrelado voltou com a mesma equipe que terminou a primeira etapa, mas com uma mudança com relação ao posicionamento dos atletas. Diego Renan foi para a lateral direita, Marquinhos Paraná voltou ao meio-campo e Everton passou a atuar como lateral-esquerdo, formação que também foi treinada durante a semana na Toca II.

Aos seis minutos, Dudu fez jogada individual, invadiu a área do Coritiba e foi deslocado por Eltinho, que foi advertido com cartão amarelo. Pênalti. Montillo cobrou com categoria, mandou a bola para um lado e o goleiro Edson Bastos para o outro: 1 a 0.

O gol incendiou o Cruzeiro, que foi em busca do segundo, e novamente com o meia Dudu. O jovem cruzeirense avançou em velocidade pelo lado esquerdo e foi derrubado por Pereira, que recebeu cartão amarelo. Aos nove minutos, Wallyson recebeu pelo lado direito, já na área, e chutou cruzado. A bola subiu e passou por cima do gol, mas com muito perigo.

A equipe do Coritiba levou perigo ao gol de Fábio aos 14min. Marcos Aurélio cobrou falta e obrigou o camisa 1 cruzeirense a fazer uma grande defesa. Aos 24, Anselmo Ramon, do meio de campo, fez um belo lançamento para Montillo, que, na área, chutou cruzado, mas para fora. Foi a última jogada de Anselmo, que deu lugar a Brandão.

O time paranaense chegou com muito perigo aos 28min. Jonas invadiu a área pela direita e cruzou para Marcos Aurélio. O atacante se enrolou com a defesa e, mesmo caído, conseguiu finalizar, mas Fábio apareceu muito bem.

E quando o Cruzeiro pressionava, levou o gol de empate aos 34min, em um contra-ataque. Marcos Aurélio dominou bem um lançamento e, na cara de Fábio, finalizou com precisão. Mas a alegria do Coritiba durou pouco. Aos 39, Dudu recebeu na direita, como um lateral, e cruzou rasteiro, na medida para Montillo, na cara do gol,  completar para a rede e fazer 2 a 1. Logo após o gol, Joel Santana mandou Leandro Guerreiro a campo, no lugar de Wallyson.. Depois, não houve tempo para mais nada, e o Cruzeiro comemorou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro.


CRUZEIRO 2 X 1 CORITIBA

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas
Data: 25/06/2011 (sábado)
Árbitro: Fabrício Neves Correa (RS)
Público: 5.256 pagantes
Renda: R$ 90.733,75
Gols: Montillo, aos 7min; Leonardo, aos 34min e Montillo, aos 39min do segundo tempo

Cruzeiro: Fábio; Marquinhos Paraná, Gil, Léo e Diego Renan; Fabrício, Henrique (Dudu), Everton e Montillo; Wallyson (Leandro Guerreiro) e Anselmo Ramon (Brandão)
Técnico: Joel Santana

Coritiba: Edson Bastos; Jonas, Emerson, Pereira e Eltinho; Willian, Léo Gago, Rafinha e Davi (Marcos Aurélio); Bill (Leonardo) e Everton Ribeiro (Everton Costa)
Técnico: Marcelo Oliveira.

Cartões amarelos: Fábio e Diego Renan (Cruzeiro); Willian, Eltinho, Pereira e Everton Costa (Coritiba)

atletico, goleado, cruzeiro, consegue, primeira, vitoria

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.