segunda-feira, 24 de Setembro de 2012 08:34h Gazeta do Oeste

Atlético e Grêmio não saem do zero e Fluminense dispara

Não teve vencedor o confronto direto entre Atlético e Grêmio na briga pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro. Os times ficaram no 0 a 0, no Independência, neste domingo.

Não teve vencedor o confronto direto entre Atlético e Grêmio na briga pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro. Os times ficaram no 0 a 0, no Independência, neste domingo. Melhor para o líder Fluminense, que, com 56 pontos, abriu quatro e não pode mais ser alcançado pelo Galo no meio de semana. A equipe mineira tem um jogo a menos, que será cumprido nesta quarta-feira, contra o Flamengo, no Engenhão. Já o Tricolor gaúcho, terceiro colocado, soma agora 49 pontos.

 

Chances perdidas

 

Bloqueio gaúcho no caminho atleticano durante a primeira etapa. O Atlético teve maior volume de jogo, soube achar espaços em alguns momentos, mas falhou na finalização. Aliando velocidade e passes certeiros, o Alvinegro construiu duas grandes oportunidades para marcar.

 

Aos 10 minutos, depois de bela arrancada, Ronaldinho Gaúcho deixou Guilherme na cara do gol. O atacante finalizou mal. O chute fraco foi nas mãos do goleiro Marcelo Grohe. Outro lance a ser lamentado pelos alvinegros foi aos 23 minutos. Desta vez, Guilherme rolou na área para Carlos César. O lateral mandou a bomba no travessão.

 

O Atlético ainda teve chances em chutes de Carlos César e de Leandro Donizete da entrada da área. O primeiro foi para fora. O outro, defendido por Marcelo Grohe.

 

Já o Grêmio levou perigo nas bolas paradas cobradas por Elano. Aos 20 minutos, o meia cobrou na cabeça de Werley, que desviou, obrigando Victor a fazer a defesa. Aos 41, Elano acertou o travessão.

 

Galo para em seus erros

 

Depois de perder uma chance com Bernard, aos quatro minutos, o Atlético caiu de produção na etapa final. O ataque não se encaixou. O Galo parou em seus próprios erros. A entrada de Neto Berola, aos 14 minutos, não surtiu efeito. O atacante se movimentou, reclamou falta em dois lances que levariam perigo, mas pouco produziu.

 

Melhor para o Grêmio que se arriscou mais ao ataque e ainda contou com falhas da defesa atleticana. Aos 22 minutos, depois da saída de bola perigosa de Victor, Richarlyson perdeu a bola para Pará, que rolou para Marcelo Moreno, na cara do gol, chutar para fora. O Tricolor perdeu outra chance, aos 30, em chute de Kléber por cima do gol. No final dramático, nenhuma equipe teve sucesso para chegar ao gol.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.