quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2013 05:05h

Atlético goleia time angolano na cidade do Galo

O Arsenal manda seus jogos em Sarandí, no estádio Julio Humberto Grondona, conhecido como El Viaducto, que tem capacidade para cerca de 16 mil torcedores e foi inaugurado em 2004.

Em jogo-treino disputado na tarde desta quarta-feira, na Cidade do Galo, o Atlético goleou o Progresso, de Angola, por 4 a 0, com gols de Alecsandro, Luan (2) e Carlos César. A equipe foi escalada com Giovanni; Michel, Gilberto Silva, Rafael Marques e Richarlyson; Serginho, Carlos César, Leleu e Araújo; Luan e Alecsandro.
Ainda no primeiro tempo, Araújo foi substituído por Paulo Henrique. Já na segunda etapa, Roger entrou no lugar de Luan, Giovanni deu lugar a Lee e Leleu deixou o campo para a entrada de Jemerson. Os titulares realizaram atividades físicas na academia, dando sequência à preparação para o jogo contra o Arsenal, na próxima terça-feira, pela 2ª rodada do Grupo 3 da Copa Bridgestone Libertadores. A partida acontecerá às 21h45, no estádio Julio Grondona, em Sarandi. Nesta quinta-feira, o treino será às 16h.
Na próxima terça-feira, a equipe de Cuca vai à Argentina enfrentar o Arsenal, que teve uma temporada 2012 marcada por rendimento instável nos jogos como mandante.
Por um lado, o Arsenal teve aproveitamento muito positivo na campanha do título do Clausura 2011/2012, no primeiro semestre de 2012. Foram oito vitórias e três empates no El Viaducto.
Mas, ainda na primeira parte do ano, pela Copa Libertadores, o Arsenal perdeu duas vezes, fato que comprometeu a sua classificação para o mata-mata. O clube argentino ficou em terceiro no grupo 4, atrás de Fluminense e Boca Juniors.
No segundo semestre, o fato de ser mandante já deixou de ser uma força para o Arsenal. O clube sofreu derrotas no Apertura 2012/2013 e ficou apenas na sétima colocação.
O zagueiro Réver fala sobre a expectativa de atuar na Argentina, terça-feira. “Nós sabemos que na Libertadores vamos enfrentar os argentinos em estádios onde a pressão é muito grande, o torcedor fica dentro do campo, mas temos que estar preparados. Será um dos primeiros desafios fora de casa e temos que estar preparados para tudo. Não podemos perder a cabeça com catimba, pois vamos dar um passo para trás”, comenta.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.