quinta-feira, 24 de Dezembro de 2015 13:53h Atualizado em 24 de Dezembro de 2015 às 13:56h.

Atlético já conhece os caminhos a percorrer na Libertadores 2016

Pelo menos na teoria, o Atlético se deu bem no sorteio dos grupos da Copa Libertadores 2016

Pelo menos na teoria, o Atlético se deu bem no sorteio dos grupos da Copa Libertadores 2016, realizado na noite desta terça-feira no centro de convenções da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em Luque, no Paraguai.
A equipe alvinegra será a cabeça de chave do Grupo 5 e terá como adversários: Colo Colo (Chile), Melgar (Peru) e o vencedor da Eliminatória 5 entre Independiente Del Valle (Equador) x Guaraní (Paraguai). A estreia do Atlético será fora de casa contra o Melgar, em Arequipa, no Peru, em data ainda a ser definida.
Presente na sede da Conmebol para acompanhar o sorteio, o diretor de futebol do Atlético, Eduardo Maluf, admitiu que o clube pegou um grupo mais fácil. “Gostei (do grupo). Pela vivência que temos na Libertadores, o grupo é bom quando a gente se classifica e faz uma boa campanha. Já tivemos grupos difíceis e o Atlético se saiu muito bem. É um grupo equilibrado e aparentemente bom”, disse à Itatiaia.
O outro clube brasileiro cabeça de chave, o Corinthians também teve sorte no sorteio. O atual campeão brasileiro caiu no Grupo 8, ao lado de Cerro Porteño, do Paraguai, do Cobresal, do Chile, e do ganhador da partida entre Oriente Petrolero-BOL e Independiente Santa Fe, atual campeão da Copa Sul-Americana.
Já Palmeiras e Grêmio caíram em chaves consideradas difíceis. Atual campeão da Copa do Brasil, o time paulista está no Grupo 2, que contará com o tradicional Nacional, do Uruguai, Rosario Central, da Argentina, e o vencedor da partida entre River Plate do Uruguai, e Universidad de Chile, esta válida pela fase preliminar da competição continental.
O Grêmio, por sua vez, entrou no Grupo 6, que se desenha como ainda mais complicado do que o do Palmeiras. A equipe gaúcha medirá forças com o San Lorenzo, da Argentina, com o LDU, do Equador, e com o Toluca, do México.
Único clube brasileiro que terá que passar pela Primeira Fase, o São Paulo não pode reclamar do destino que o sorteio lhe reservou. O Tricolor Paulista terá pela frente o modesto Cesar Vallejo, do Peru, e ainda com a vantagem de disputar a partida de volta no Morumbi.
Caso confirme o seu favoritismo neste mata-mata, em jogos marcados para os dias 3 e 10 de fevereiro, o São Paulo irá entrar no Grupo 1, que já conta com River Plate, atual campeão da Libertadores, The Strongest-BOL e Trujillanos-VEN.
A competição continental começará no dia 2 de fevereiro com os jogos de ida da Primeira Fase. Os duelos de volta acontecerão na semana seguinte. Já a Fase de Grupos terá início no dia 17 de fevereiro. A tabela detalhada, com datas e horários, deverá ser divulgada nos próximos dias pela Conmebol.


Confira a definição dos grupos:
Grupo 1
River Plate-ARG
The Strongest-BOL
Trujillanos-VEN
Ganhador do G6 (Cesar Vallejo-PER x São Paulo)

Grupo 2
Nacional-URU
Palmeiras
Rosario Central-ARG
Ganhador do G4 (River Plate-URU x Universidad de Chile-MEX)

Grupo 3
Boca Juniors-ARG
Bolívar-BOL
Deportivo Cali-EQU
Ganhador do G3 (Puebla-MEX x Racing-ARG)

Grupo 4
Peñarol-URU
Atlético Nacional de Medellín-COL
Sporting Cristal-PER
Ganhador do G2 (Huracán-ARG x Caracas-VEN)

Grupo 5
Atlético
Colo Colo-CHI
Melgar-PER
Ganhador do G5 (Independiente Del Valle-EQU x Guaraní-PAR)

Grupo 6
San Lorenzo-ARG
Grêmio
LDU-EQU
Toluca-MEX

Grupo 7
Olimpia-PAR
Emelec-EQU
Deportivo Táchira-VEN
Pumas-MEX

Grupo 8
Corinthians
Cerro Porteño-PAR
Cobresal-CHI
Ganhador do G1 (Oriente Petrolero-BOL x Independiente Santa Fe-COL)


Confrontos da Primeira Fase:
G1: Oriente Petrolero-BOL x Independiente Santa Fe-COL*
G2: Huracán-ARG x Caracas-VEN*
G3: Puebla-MEX x Racing-ARG*
G4: River Plate-URU x Universidad de Chile-CHI*
G5: Independiente Del Valle-EQU x Guaraní-PAR*
G6: Cesar Vallejo-PER x São Paulo*
* fazem o jogo da volta em casa

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.