quinta-feira, 12 de Maio de 2016 09:45h Atualizado em 12 de Maio de 2016 às 09:48h. Site oficial Atlético Mineiro

Atlético luta muito, mas perde no Morumbi

O Atlético lutou muito e teve bons momentos no jogo, mas acabou perdendo por 1 a 0 para o São Paulo, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, no jogo de ida das quartas de final da Copa Bridgestone Libertadores da América

A partida de volta acontecerá na próxima quarta-feira, na Arena Independência, em Belo Horizonte. O Atlético terá que vencer por dois gols de diferença para se classificar às semifinais. Uma vitória por 1 a 0 levará a decisão da vaga para os pênaltis.

O Galo volta a campo neste sábado para enfrentar o Santos, na Arena Independência, pela rodada de abertura do Brasileirão.

O JOGO começou com o clima quente e, nos primeiros 17 minutos, cinco cartões amarelos já haviam sido distribuídos, sendo três para o Galo e dois para o São Paulo.

 

 

 

 

A primeira chance foi do time da casa, em cabeceio de Paulo Henrique Ganso, por cima do gol. O Atlético respondeu no cruzamento de Marcos Rocha pela direita, interceptado pelo goleiro.

A partida estava bastante truncada, com poucas oportunidades de gol. Aos 28, Robinho sofreu falta na intermediária, Marcos Rocha cobrou direto e o goleiro Dênis fez a defesa.

No ataque seguinte, Júnior Urso escorou de cabeça cruzamento pela direita e a arbitragem marcou impedimento de Patric.

Aos 31, Patric cruzou pela direita e Robinho não alcançou a bola por pouco.

Patric fez bela jogada pela direita, aos 34 minutos, fez o cruzamento e Lucas Pratto completou para o gol, mas a arbitragem assinalou posição irregular do atacante atleticano.

Robinho deixou o campo contundido aos 37 minutos e foi substituído por Hyuri. Aos 40, Douglas Santos arriscou de fora da área, sobre o gol.

 

 

 

 

Thiago Mendes, do São Paulo, cometeu falta passível de cartão amarelo em Leandro Donizete, mas o árbitro não advertiu o jogador, que já tinha cartão amarelo.

Rafael Carioca cobrou falta para a grande área, aos 43, e a defesa paulista afastou o perigo, decretando a igualdade sem gols no primeiro tempo.

 

 

 

 

NO SEGUNDO TEMPO, o Atlético retornou com a mesma formação e foi ao ataque na tentativa de tabela entre Patric e Lucas Pratto, que errou a devolução.

Aos seis minutos, Patric invadiu a área pela esquerda e foi desarmado ao tentar o drible. Aos oito minutos, após escanteio pela direita, Erazo cabeceou para fora, à esquerda do gol.

O jogo continuou bastante disputado na etapa final e com poucas chances de gol. O São Paulo ameaçou na cobrança de escanteio de Ganso e a bola atravessou a pequena área.

 

 

 

 

Aos 14 minutos, Júnior Urso recebeu bom passe de Leandro Donizete e arriscou de fora da área, por cima do gol.

O Atlético passou a ter mais posse de bola e foi ao ataque no cruzamento de Douglas Santos pela esquerda, cortado pela defesa tricolor.

Aos 25, Patric ganhou a jogada pelo meio e acionou Lucas Pratto, mas o argentino foi desarmado perto da área. Dois minutos mais tarde, Júnior Urso chutou de fora da área e a bola saiu rente à trave.

Patric disparou em contra-ataque, aos 31 minutos, e tentou encontrar Lucas Pratto, mas o passe foi interceptado pela zaga paulista.

 

 

 

 

Aos 33, Michel Bastos fez 1 a 0 para o São Paulo. O Galo tentou reagir na cobrança de lateral de Marcos Rocha e o desvio de cabeça do argentino Lucas Pratto foi parar nas mãos do goleiro.

Aos 42, o técnico Diego Aguirre substituiu Patric por Clayton. Em seguida, Pratto pegou a sobra de bola na área e concluiu para fora.

O Galo foi para cima em busca do empate, mas a cobrança de escanteio de Marcos Rocha foi cortada pela defesa tricolor. O Atlético pressionou nos minutos finais, mas não conseguiu o gol de empate.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.