sexta-feira, 13 de Maio de 2011 10:08h Venilton Ferreira

Atlético mescla juventude e experiência em busca do bicampeonato

Média de idade da equipe que vem atuando como titular é de 24,9 anos.

A mistura entre juventude e experiência tem sido importante para o Atlético nesta reta final do Campeonato Mineiro, que será decidido às 16h deste domingo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.


Em busca do bicampeonato estadual, a equipe alvinegra vem aliando a força de jovens como Fillipe Soutto, Bernard, Leleu e Giovanni à vivência de atletas como Magno Alves, Mancini, Réver e Leonardo Silva.


Nos últimos dois jogos do Galo, as vitórias sobre o América (2 x 1) no jogo de volta da semifinal, e o triunfo sobre o Cruzeiro (2 x 1), no primeiro jogo da decisão, o técnico Dorival Júnior utilizou nada menos que dez atletas formados nas categorias de base.


Mas engana-se quem acha que somente os mais novos aprendem com os mais velhos, como destaca o volante Serginho, jogador mais experiente do meio-campo. “Fico feliz por estar podendo dar a minha contribuição. Sou o mais velho do meio-campo, mas estou aprendendo muito com eles também, assim como eles aprendem comigo e com os outros jogadores mais experientes. Esse é um trabalho que a gente vem fazendo desde a base, onde tive poucas oportunidades para jogar com o Renan Oliveira, mas joguei. Então, é trabalhar como a gente vem trabalhando para que apareçam cada vez mais jogadores da base”, comenta Serginho.


O zagueiro Leonardo Silva também destaca a importância da união entre juventude e experiência dentro do elenco alvinegro. Segundo ele, os jovens estão demonstrando personalidade e dando conta do recado. “Para nós, tem sido muito bom essa convivência com os meninos. A gente procura passar da melhor maneira possível a nossa experiência para que eles aproveitem ao máximo a oportunidade porque não é fácil no futebol. Essa mescla tem sido importante e os meninos estão aproveitando a oportunidade”, diz o defensor atleticano. “Eles estão muito bem, mostrando o seu talento dentro de campo e vão fazer de tudo para conquistar esse título. A gente procura somente dar o respaldo para que eles não sintam a pressão de atuar pelo profissional e, até mesmo, disputar o título. Mas eles estão dando conta do recado e a gente vai procurar ajudar da melhor maneira possível, em qualquer setor que eles possam precisar”, acrescenta Leonardo Silva.


Para o atacante Magno Alves, a “juventude atleticana” vem demonstrando bastante maturidade. “Eles têm feito por onde serem titulares porque estão levando sobre si uma grande responsabilidade, ainda mais se tratando de um clássico. E a gente está aí para ajudar com a nossa experiência, junto com o Mancini e outros jogadores, mas tem sido importante e essa mistura tem dado certo”, afirma o artilheiro do Galo no Campeonato Mineiro.
Por sua vez, Mancini elogia a postura dos garotos que fazem parte do elenco alvinegro. Segundo ele, o pedido para os jovens é no sentido de que eles tenham cautela. “O bom dessa meninada é que são bons jogadores, têm demonstrado isso, e aceitam as colocações dos mais experientes. Eles são inteligentes, é uma garotada consciente, que sabe o que quer, e isso facilita o trabalho e também o relacionamento. Isso está sendo uma coisa muito boa”, elogia Mancini.


O goleiro Renan Ribeiro revela a alegria dos jovens atletas pelo momento positivo na equipe profissional. “Quando a gente está na base, o nosso sonho é chegar ao profissional e disputar uma final. Agora, a gente está tendo essa oportunidade, então, estamos muito felizes e trabalhando bastante forte nessa semana para chegar  domingo, estar bem preparado e conseguir desempenhar um bom papel para ajudar o Atlético”, declara o arqueiro.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.