quarta-feira, 2 de Março de 2016 10:39h

Atlético Mineiro entra em campo hoje

O atacante Clayton foi a novidade na reapresentação do Atlético nesta segunda-feira, na Cidade do Galo

O novo reforço, no entanto, não teve contato com a bola e ficou apenas na academia fazendo trabalhos de reforço muscular. A expectativa é que o jogador seja apresentado oficialmente nesta terça-feira.
Contratado junto ao Figueirense por 3,6 milhões de dólares (cerca de R$ 14 milhões), Clayton foi uma das revelações do Campeonato Brasileiro do ano passado e chegará para disputar uma posição no ataque atleticano. Como parte da negociação, o Atlético emprestou o meia Dodô e o atacante Rafael Moura ao clube catarinense até o fim da temporada.
Como chegou ao Atlético após o envio da lista de jogadores inscritos para a fase de grupos da Copa Libertadores, Clayton só poderá jogar a partir das oitavas de final, caso o Galo consiga uma das duas vagas no Grupo 5 do torneio continental.

 


Na segunda-feira, os jogadores que enfrentaram a URT fizeram apenas trabalhos regenerativos. Enquanto isso, os demais atletas do elenco trabalharam no campo. Com essa divisão, ainda não é possível saber qual será o time utilizado pelo técnico Diego Aguirre no duelo desta quarta-feira com o América, pela Primeira Liga.

 

 

O Atlético já está eliminado da competição interestadual, mas o treinador alvinegro pode usar a força máxima, afinal, escalou um time formado basicamente por reservas, reforçado por Victor, Cazares e Robinho, diante da URT. Se tiver seu contrato regularizado, Clayton até poderá ser aproveitado.
Time titular, reserva ou misto? O técnico Diego Aguirre ainda não definiu a escalação do Atlético para a partida contra o América, nesta quarta-feira, no Independência, pela Primeira Liga.
Presença garantida na equipe principal, o volante Rafael Carioca, que foi poupado no último sábado contra a URT, afirmou que não gosta de ficar fora dos jogos, mas acredita que o treinador alvinegro tem uma decisão complicada para tomar. “É difícil. Os titulares querem jogar, e quem precisa pegar ritmo também tem que entrar em campo. É uma situação difícil. Jogador gosta de jogar, não tem essa de treino. Se eu pudesse eu jogaria todas as partidas, mas o objetivo principal está mais na frente. Fica uma questão na cabeça do treinador, uma dor de cabeça boa”, declarou.

 

 


Como o Atlético já está eliminado da Primeira Liga, a partida será um amistoso de luxo para a equipe. O duelo, no entanto, poderá servir para usar os titulares, que foram poupados no fim de semana na derrota para a URT, em Patos de Minas, pelo Estadual.
Se o time principal enfrentar o América, Aguirre provavelmente poupará alguns jogadores diante do Tombense, no próximo domingo, no Independência, pelo Mineiro. Isso porque o compromisso seguinte será contra o Colo Colo, quinta-feira, em Santiago, no Chile, pela Copa Libertadores.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.