segunda-feira, 18 de Junho de 2012 09:45h Daniel Michelini

Atlético perde a invencibilidade no Morumbi

Até então 100% em jogos fora de casa, o Galo foi derrotado pelo São Paulo, com gol de Luís Fabiano. Para a próxima partida, diante do Náutico, Cuca não terá o volante Pierre, que está suspenso

A série invicta do Atlético no campeonato brasileiro chegou ao fim ontem. Jogando no Morumbi, a equipe do técnico Cuca conheceu sua segunda derrota no ano diante do São Paulo, que comemorava os 20 anos da conquista da Libertadores de 1992. Com o resultado, o Galo caiu para o terceiro lugar, sendo superado pelo Cruzeiro. Por pouco, não terminou a rodada na quarta colocação, sendo salvo pelo gol marcado pelo Náutico aos 46 minutos do segundo tempo contra o Grêmio.

 

Tendo ganho a primeira partida das semifinais da Copa do Brasil diante do Coritiba, muitos esperavam que o técnico Emerson Leão poupasse alguns jogadores importantes visando o jogo da volta, que será ainda nessa semana. Mas o ex-treinador do Galo preferiu colocar em campo o que tem de melhor, com Lucas e Luís Fabiano como principais estrelas da equipe. Celso Roth não foi diferente. Colocou a equipe com a mesma postura tática que usou na vitória diante do Palmeiras, na rodada passada. A única mudança foi a entrada de Carlos César na vaga de Marcos Rocha, que estava suspenso.

 


O jogo começou truncado e com pouca movimentação das duas equipes, que buscavam encontrar um espaço nas defesas que estavam bem fechadas. As principais jogadas eram as investidas de Lucas por parte do São Paulo e os passes de Ronaldinho Gaúcho pelo lado do Galo. Entretanto, nenhum desses trunfos estavam funcionando. Quando os ataques conseguiam criar jogadas, a finalização não saia da maneira desejada. Em cruzamento de Ronaldinho, Jô subiu mais do que Rhodolfo e cabeceou fraco para a fácil defesa de Dênis. Já pelo lado são-paulino, Cortez encontrou Jádson que, dentro da área, girou e bateu para boa defesa de Giovanni, em dois tempos.

 


As duas equipes viram que, para marcar o gol, teria que contar com a falha de marcação do adversário. E foi isso que aconteceu no fim do primeiro tempo. Em boa jogada do meia Jádson, a zaga não marcou o artilheiro Luís Fabiano, que recebeu livre dentro da área e bateu na saída de Giovanni para abrir o marcador.

 

Para o segundo tempo, Celso Roth não alterou a tática. Modificou apenas uma vez, tirando Pierre que já havia recebido cartão amarelo, para a entrada de Leandro Donizete. Porém, a equipe melhorou ofensivamente na segunda etapa. Chances foram criadas. Bernard perdeu uma grande chance de empatar a partida, após receber bom passe do atacante Juninho, que havia entrado no lugar do contestado e ineficiente Danilinho. Faltando dez minutos para o fim, Cuca colocou André na vaga de Carlos César, mas pouco adiantou. Luís Fabiano acabou sendo expulso, após levar dois amarelos em duas reclamações. Mesmo com um a mais, o Galo não pressionou o tricolor no fim do jogo. Assim como em 2011, o Galo perdeu a sua invencibilidade no Brasileiro ao perder por 1 x 0 para o São Paulo.

 

Para a próxima rodada, quando enfrentará o Náutico, no Independência, Cuca terá que mudar a equipe mais uma vez. Pierre está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. As opções para substituí-lo são Leandro Donizete, Fillipe Soutto e Serginho, com o primeiro tendo maiores chances de entrar. Marcos Rocha estará à disposição do técnico. Há a expectativa de que o meia atacante Guilherme esteja liberado pelo departamento médico para enfrentar o Timbu.

 


SAÍDAS

 

Antes do jogo, em entrevista à Minas Estadão ESPN, o presidente Kalil confirmou a negociação entre Galo e Bahia para que o meia Mancini, pouco aproveitado no clube, seja repassado à equipe nordestina. Além dele, o dirigente confirmou também que o volante Dudu Cearense não joga mais pelo Galo. Após rejeitar proposta do futebol turco, Dudu deverá assinar rescisão amigável com o clube. Ele foi especulado em uma possível troca com o goleiro Felipe, do Flamengo.

 


FICHA TÉCNICA

 

SÂO PAULO

 


Denis; Douglas (Rodrigo Caio), Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Fabrício (Maicon), Casemiro, Cícero e Jadson; Lucas (Osvaldo) e Luis Fabiano.
Técnico: Emerson Leão

 

ATLÉTICO

 

Giovanni; Carlos César (André), Réver, Rafael Marques e Junior César; Pierre (Leandro Donizete), Richarlyson, Danilinho (Juninho), Ronaldinho e Bernard; Jô
Técnico: Cuca

 

Motivo: 5ª rodada do Campeonato Brasileiro
 

 

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
 

 

Data: 17 de junho de 2012
 

 

Gol: Luis Fabiano(41 primeiro tempo)

 

 

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
 

 

Assistentes: Fabrício Vilarinho (GO) e Christian Passos Sorence (GO)
 

 

Cartões amarelos: Pierre (Atlético), Douglas, Lucas e Luis Fabiano (São Paulo)
 

 

Cartão Vermelho: Luis Fabiano

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.