quinta-feira, 9 de Junho de 2011 09:19h Site Atlético

Atlético pressiona 90 minutos, mas perde em Sete Lagoas

O Atlético dominou as ações durante os 90 minutos, pressionou muito o adversário e teve dois lances duvidosos de penalidade máxima, mas perdeu por 1 a 0 para o São Paulo, na noite desta quarta-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Com o resultado, o Galo permaneceu com seis pontos e se manteve no G4, ocupando a 4ª colocação. No domingo, o adversário será o Bahia, em Salvador.

 


 

O JOGO

 

 

O Galo foi superior ao adversário durante toda a partida e, antes do gol do São Paulo, marcado aos 21 minutos do primeiro tempo, já havia criado várias oportunidades. Depois do gol de Casemiro, a pressão atleticana foi ainda maior.

 

Após inúmeras tentativas em cruzamentos e chutes de média e longa distância, Patric fez boa jogada pela direita, driblou dois marcadores na grande área e foi derrubado por Carlinhos Paraíba, mas o árbitro mandou seguir o lance.

 

 

O Galo continuou insistindo e levou perigo em diversas bolas levantadas na área. Aos 45 minutos, depois de boa jogada de Patric pela direita, Magno Alves finalizou da marca do pênalti e a bola pegou claramente na mão do defensor adversário, porém, novamente, a penalidade não foi assinalada.

 

Mudanças – no intervalo, o técnico Dorival Júnior promoveu três alterações, substituindo Toró, Mancini e Fillipe Soutto, que deixou o campo em razão de uma entorse no joelho direito, por Dudu Cearense, Neto Berola e Serginho.

 

 

Massacre – No segundo tempo, os mais de 17 mil pagantes presentes à Arena do Jacaré presenciaram um confronto de ataque contra defesa. Depois de várias chances em jogadas de Neto Berola, Richarlyson quase marcou em chute cruzado que exigiu grande defesa de Rogério Ceni.

 

Depois de uma sequência de três escanteios, o Galo quase empatou no cabeceio de Leonardo Silva, mas a bola explodiu no travessão. Aos 42 minutos, Neto Berola ganhou a jogada na grande área e foi segurado pelo zagueiro, lance também não marcado pela arbitragem.

 

 

O bombardeio atleticano continuou nos minutos finais da partida. Aos 43, Richarlyson concluiu duas vezes seguidas para duas boas defesas de Rogério Ceni. Na continuação do lance, Magno Alves foi travado no momento da finalização.

 

 

 

Já nos descontos, o Atlético teve as últimas oportunidades no cabeceio do capitão Réver e no chute da entrada da área de Leonardo Silva, ambos para fora. Reconhecendo a luta e garra dos jogadores, a Massa aplaudiu a equipe depois do apito final. Foram 23 oportunidades criadas pelo Galo, contra apenas seis do São Paulo.

 

 

FICHA TÉCNICA

 

ATLÉTICO 0 x 1 SÃO PAULO
Motivo: 3ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 08/06/2011
Estádio: Arena do Jacaré
Cidade: Sete Lagoas (MG)
Gol: Casemiro (21’)
Público pagante: 17.397
Renda: R$ 190.485,00
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)
Auxiliares: César Augusto de Oliveira Vaz (DF) e Carlos Emanuel Manzolillo (DF)
Cartões amarelos: Magno Alves, Patric, Dudu Cearense  (Atlético); Lucas, Carlinhos Paraíba, Wellington, Rodrigo Soutto (São Paulo)

 

 

Atlético


Renan Ribeiro; Patric, Réver, Leonardo Silva e Leandro; Fillipe Soutto (Serginho), Richarlyson, Toró (Dudu Cearense) e Giovanni; Mancini e Magno Alves (Neto Berola). Técnico: Dorival Júnior.

 

São Paulo


Rogério Ceni; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan; Rodrigo Souto, Wellington, Casemiro (Bruno), Carlinhos Paraíba; Lucas (Marlos) e Dagoberto (Willian). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.