sábado, 1 de Dezembro de 2012 04:59h Gazeta do Oeste

Atlético se diz melhor preparado em 2012 para o último clássico da temporada

Um ano se passou, após a goleada sofrida pelo Atlético para o Cruzeiro na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2011. O clube alvinegro garante que as lições necessárias foram tiradas e que a preparação para o duelo de 2012 foi diferente.

“A gente aprende todo dia, desde que a gente queira aprender. Nos erros, a gente aprende muito mais. Quando se erra, você vai para e deita e fica pensando. Quando se ganha, sai para tomar um vinho... Depois do 4 a 0 no Botafogo, a gente entrou em campo, agradeceu a Deus por ter salvado o Atlético daquela situação sem a necessidade de levar para o último jogo, com mando do Cruzeiro. Lógico que vem um relaxamento natural, mas concentramos dois dias antes. Só que o Cruzeiro se preparou melhor. Tirou o time três, quatro dias fora, era o jogo da vida. A torcida do Cruzeiro rezou um Pai Nosso de mão dada, eu vi. Eles estavam mobilizados 100%. A gente não estava largado”, comenta o técnico Cuca.

Coincidência ou não, o Galo melhorou muito de rendimento após a derrota para o rival. O presidente Alexandre Kalil já disse que o resultado foi importante. Em 2012, bons resultados foram conquistados em campo.

“Vejo que o ano foi ótimo para o Atlético. Foi campeão mineiro invicto, jogou muito bem a maioria das partidas e está classificado para a Libertadores. Se todo ano for assim, com um pouquinho mais acaba sendo campeão brasileiro. A gente tem uma meta de manter esse nível para ano que vem. Não é fácil, pois 20% das equipes caem. Se Atlético estiver nesse patamar e evoluir, vai sempre brigar para ser campeão e classificar para a Libertadores”, afirma o treinador alvinegro.

Depois de tanto tempo e tantos jogos, Atlético e Cruzeiro se reencontram domingo, no Independência. O objetivo alvinegro é garantir a segunda colocação do Brasileiro e a vaga direta na fase de gruops da Libertadores 2013.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.