quinta-feira, 23 de Maio de 2013 07:05h Bruno Cantini

Atlético terá mais de um adversário em Tijuana, mas torcida idolatra Ronaldo

O Atlético chegou a Tijuana, no México, na tarde da última terça-feira (21), pouco tempo depois de ter conquistado o título Mineiro, e teve um prazo reduzido de recuperação para o duelo contra os mexicanos pela Libertadores, marcado para hoje, no estádio

O Atlético chegou a Tijuana, no México, na tarde da última terça-feira (21), pouco tempo depois de ter conquistado o título Mineiro, e teve um prazo reduzido de recuperação para o duelo contra os mexicanos pela Libertadores, marcado para hoje, no estádio Caliente.

O goleiro Victor lamentou o fato de não poder curtir a conquista estadual. "Às vezes o ruim do futebol é isso, consegue uma conquista importante e não tem tempo para comemorar. Já estamos pensando no próximo jogo, no campo sintético. Não temos muitas informações, mas vamos fazer um reconhecimento para ver o campo também", disse. Se superar as dificuldades e conquistar um resultado positivo no México, o Atlético manterá uma invencibilidade de nunca ter sido derrotado em solo mexicano, onde disputou cinco jogos, venceu três e empatou dois. As três primeiras partidas do Atlético no México foram amistosos disputados em 1972.

Victor ainda revelou preocupação com calor na hora do jogo, 17h30, no horário de Tijuana, (21h30 horário de Divinópolis). "Não sei como vai estar em termos de temperatura, mas quando está calor, o pé queima muito. Como joguei Campeonato Gaúcho, já jogamos com 40 e a sensação era acima de 50, e o desgaste é ainda maior", comentou.

Além de Victor, o Atlético conta com o craque Ronaldinho Gaúcho, que já jogou em grama sintética. R10 afirma que é bem diferente de jogar em gramado natural. "Já tive a experiência de jogar em grama sintética no Barcelona e também em peladas de final de ano. Muda bastante, mas o Atlético está preparado para conquistar um bom resultado", declarou.

O Atlético foi bastante assediado no desembarque em Tijuana. Centenas de torcedores recepcionaram os campeões mineiros no aeroporto. Na noite de terça-feira (21), Cuca comandou treinamento no Campo La Reforma, que possui gramado sintético, semelhante ao do estádio Caliente.

Enquanto a maior parte do elenco está no México para o jogo desta quinta-feira, contra o Tijuana, pelas quartas de final da Copa Bridgestone Libertadores, os atletas que permaneceram em Belo Horizonte realizaram atividades físicas na academia da Cidade do Galo, na manhã de ontem.

Em fase final de transição do departamento médico para a preparação física, o atacante Guilherme, que se recuperou de um estiramento leve na coxa esquerda, pode se tornar opção para a estreia no Campeonato Brasileiro, domingo (26), contra o Coritiba, em Curitiba.
O lateral esquerdo Richarlyson continua em repouso domiciliar, tratando de uma infecção.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.