terça-feira, 13 de Setembro de 2011 10:08h Atualizado em 13 de Setembro de 2011 às 10:21h. Luciano Eurides

Atlético vence e respira no Brasileirão

O Atlético Mineiro venceu o Bahia, 2x0 e passa a semana fora da zona de rebaixamento. O time alvinegro chega a 24 pontos, a mesma do Bahia, mas a frente no critério de desempate. O elenco atleticano teve a segunda-feira livre e se reapresentará às 15h30 de hoje, na Cidade do Galo. O treino marcará o início da preparação para o jogo contra o Atlético-GO, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida na capital goiana será realizada às 18h do próximo sábado, no estádio Serra Dourada.


Além da vitória é necessário avaliar um crescimento considerável do time atleticano e em muito devido a união da equipe. O treinador Joel Santana, da equipe do Bahia entrou com um time ofensivo, em 4-2-2-2, ele nunca jogou assim quando técnico do Cruzeiro. Mesmo com essa possível confusão o Bahia foi dominado pelo Galo e aos 47 minutos, o gol saiu com um pênalti sofrido por Réver e cometido por Paulo Miranda, Magno Alves cobrou e abriu o placar. Na verdade houve um toque de mão, dentro da área, mas o árbitro relatou em súmula um puxão de camisa em cima do capitão atleticano, o que foi confirmado por Réver. “Ele (árbitro) observou bem, sempre há esse ‘agarrão’. Foi feliz na marcação”, disse.


No segundo tempo aos nove minutos, lançamento de Daniel Carvalho, quando já havia entrado em campo Bernard, que iniciou a jogada, e Magno Alves não desperdiçou, de perna direita marcou na saída de Tiago.


O treinador Cuca avaliou que não fechou a equipe, apenas não deu ao Bahia o contra ataque. “Em quatro jogos, três não tomamos gols, ainda somos uma das piores defesas do campeonato, a defesa não é apenas a dupla de zaga. O Serginho, a torcida pega no pé dele, porque ele erra muitos passes, mas dá equilíbrio ao time, é importantíssimo para o esquema tático. Ele precisa de espaço para a condução da bola e tem a minha confiança”, disse o treinador.


Os jogadores do Galo comemoram o momento positivo da equipe no returno do Campeonato Brasileiro. Agora, os atletas querem dar sequência ao processo de recuperação para almejar melhores colocações.“Era um jogo importantíssimo, diante da nossa torcida, e a gente não podia fazer nada diferente.de jogar bem e vencer. Agora, temos que procurar pensar em coisas boas. Sabemos que ainda há muito campeonato pela frente, mas, se o grupo continuar com essa entrega e essa determinação dentro de campo, procurando jogar bem, a gente não volta mais pra zona de rebaixamento”, comentou o zagueiro Werley.


Réver também celebrou o triunfo sobre a equipe baiana e, da Arena do Jacaré, seguiu direto para o Rio de Janeiro, onde se apresentou ao técnico Mano Menezes para defender a Seleção Brasileira no primeiro Superclássico das Américas.“A gente fica feliz de não estar sofrendo gol e também dos atacantes estarem fazendo os gols. Temos conseguido equilibrar bem isso e o mais importante foi dar essa alegria para os torcedores. O resultado positivo traz motivação, entusiasmo e aumenta até a vontade, mas temos que manter o pés no chão”, observou o defensor.


Para Daniel Carvalho, o grupo atleticano tem condição de brigar por melhores posições na tabela.“O mais importante foi a vitória. Agora, teremos uma semana para trabalhar e tentar não voltar mais, buscar um lugar mais alto porque a gente sabe que o grupo tem condições para isso”, salientou Daniel.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.