sábado, 5 de Julho de 2014 07:18h Atualizado em 5 de Julho de 2014 às 07:30h.

Brasil encara a Alemanha nas semifinais da Copa

A Seleção Brasileira passou pela Colômbia. A defesa provou ser eficiente até em fazer gols.

Thiago Silva fez o primeiro logo no início do jogo, o capitão que não quis bater pênalti contra o Chile e chorou emocionado sentado em uma bola na última partida. O segundo foi em linda cobrança de falta de David Luiz, que vai assumir o posto de capitão com a suspensão de Thiago. Se redimiram, se é que essa é a palavra para justificar um momento de emoção, e não de fraqueza, como aquele contra o Chile. Na próxima terça-feira, Brasil e Alemanha duelarão, pela segunda vez na história das Copas, em Belo Horizonte.
O Brasil entrou pressionando a Colômbia no campo de defesa rival, lembrando a postura da última quarta de final disputada pela Seleção – contra a Holanda, em 2010. A mesma velocidade na saída de jogo – principalmente com Fernandinho, destaque do meio campo – e ótima postura defensiva, tanto com David Luiz como com Thiago Silva, que souberam cobrir o espaço dado por Maicon na direita – muito ofensivo, o lateral que substituiu Daniel Alves não se apresentou bem no setor defensivo na primeira metade do jogo.
Claro, não faltou drama: Bacca saiu na cara de Júlio César aos 31 minutos de jogo e foi derrubado. Quem cobrou foi James Rodriguez, e diminuiu. Foi a deixa para que a Colômbia pressionasse. E para que a zaga brasileira se destacasse atrás como fez na frente. A bola não mais tocou as redes e o Brasil está entre os quatro melhores do mundo.
Mais uma vez Neymar entra na semana como preocupação para o Departamento médico. Desta vez depois de receber uma joelhada de Zuniga nas costas, aos 41 minutos. O atacante foi levado para um primeiro atendimento ainda em Fortaleza, antes mesmo do fim do jogo. A Seleção seguiu para o Rio de Janeiro onde se prepara para a semifinal contra a Alemanha, na próxima terça-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte.
O Brasil entrou em campo com Júlio César, Maicon, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo, Fernandinho, Paulinho – substituído por Hernanes, aos 40 minutos do segundo tempo – e Oscar, Neymar – Henrique entrou aos 42 minutos do segundo tempo), Hulk (que deu lugar a Ramires, aos 37 minutos do segundo tempo) e Fred.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.