quarta-feira, 30 de Janeiro de 2013 05:26h CBT - Assessoria de Imprensa

Brasil inicia treinos na Jacksonville Veterans Arena para a Copa Davis

Tenistas conhecem a quadra onde enfrentam os Estados Unidos de 1 a 3 de fevereiro

O Time Correios Brasil realizou na noite desta segunda-feira o primeiro treinamento na quadra onde disputa o confronto com os Estados Unidos pelo Grupo Mundial da Copa Davis entre os dias 1 e 3 de fevereiro no Jacksonville Veterans Memorial Arena, em Jacksonville, na Flórida.

Contando com o grupo completo de jogadores, o capitão João Zwetsch e o técnico Daniel Melo comandaram o treinamento em três etapas, com todos os jogadores participando de atividades em quadra depois do trabalho físico realizado durante amanhã.

Thomaz Bellucci e Rogerio Dutra Silva foram os primeiros a testarem a quadra com piso duro montada pela USTA para este confronto. O tenista número 1 do Brasil aprovou o ginásio que vai receber as partidas.

"O lugar é bem legal, o ginásio tem uma baita estrutura, acho que é uma arena perfeita para ter um confronto como esse. A quadra está boa, está rápida como a gente esperava mesmo, sabíamos que não estaria tão lento, mesmo porque eles são dois caras que sacam muito bem e vão usar todas essas condições a favor deles. Mas dá para jogar, acho que poderia estar mais rápida, teve outros confrontos em que a quadra estava bem mais rápida do que esse", afirmou Bellucci.

A segunda parte do treinamento teve Thiago Alves em quadra com Marcelo Demoliner e Pedro Zerbini, antes do complemento da atividade com Marcelo Melo e Bruno Soares treinando nas duplas com Demoliner e Zerbini.

O capitão João Zwetsch também gostou do ambiente do confronto e admitiu que a quadra está rápida como o Brasil já esperava, mas acredita que nos próximos dias os treinos ajudem para que os jogadores estejam adaptados nas partidas diante do time dos Estados Unidos.

"O lugar é muito bonito, a arena é muito bonita e grande. A quadra está rápida, não está muito rápida, está como a gente previa. A bola é pesada, o que ajuda um pouco e minimiza um pouco a velocidade da quadra. É uma coisa que a gente já estava esperando, uma quadra não muito lenta devido à maneira como os americanos jogam", afirmou Zwetsch.

"É uma quadra que em dois ou três dias já está todo mundo adaptado, não é uma quadra que fique muito longe do que se está acostumado a jogar. Então agora nesses três dias que a gente tem é batalhar e ficar o máximo de tempo dentro da quadra para chegar na sexta-feira e estar tudo em cima", completou o capitão brasileiro.

A comissão brasileira em Jacksonville também conta com o técnico Daniel Melo, o preparador físico Eduardo Faria, o fisioterapeuta Paulo Roberto Santos, o médico Gilbert Bang, a psicóloga Carla Di Pierro e o chefe de delegação Paulo Moriguti.

Nesta terça-feira o Brasil realiza o primeiro treino a partir das 9h da manhã (12h em Brasília) e tem sua primeira entrevista coletiva às 14h30 locais (17h30 de Brasília).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.