quarta-feira, 1 de Agosto de 2012 14:44h Luciano Eurides

Brasil não faz uma boa apresentação no quarto dia dos jogos olimpicos

Cesar Cielo finalmente quebrou o gelo e entrou pela primeira vez na piscina do Centro Aquático dos Jogos Olímpicos Londres 2012 nesta terça-feira, 31 de julho. Controlando o ritmo, o medalhista de bronze da prova em Pequim 2008 fez apenas o suficiente para garantir sua vaga na semifinal dos 100m livre, com o 10º das eliminatórias (48s67). O nadador volta à água no fim do dia para brigar por um lugar na final, assim como Tales Cerdeira, que avançou nos 200m peito com o 14º tempo das eliminatórias.

 


Único representante do Brasil na disputa do tiro com arco em Londres 2012, Daniel Xavier deu adeus à competição nesta terça-feira, na primeira rodada da fase eliminatória no Lord’s Cricket Ground. O arqueiro brasileiro travou um duelo equilibrado com o polonês Rafal Dobrowolski, mas acabou derrotado por 7 sets a 3 e não conseguiu a vaga nas oitavas de final do torneio olímpico, resultado que seria inédito na história do país na modalidade.
Na tarde desta terça-feira, 31 de julho, Leandro Guilheiro saiu pela primeira vez sem medalhas de uma edição de Jogos Olímpicos.

 

Foi também a segunda vez, desde que subiu de categoria para meio-médio (-81 kg), em dezembro de 2009, que o judoca ficou fora do pódio em uma competição. Medalha de bronze em Atenas (2004) e Pequim (2008), primeiro lugar no ranking mundial, Leandro era a imagem do equilíbrio após ser derrotado pelo japonês Takahiro Nakai por um yuko na repescagem, no Excel Center, em Londres. Antes, ele havia vencido o letão Konstantins Ovchinnikovs por um yuko e o marroquino Safouane Attaf por ippon, mas caído nas quartas de final para o americano Travis Stevens, que aplicou um wazari e o mandou para a repescagem.

 

As duplas brasileiras confirmaram o favoritismo em seus grupos e estão praticamente classificadas para as oitavas-de-final do torneio olímpico de vôlei de praia. Emanuel e Alison tiveram uma vitória tranquila sobre os suíços Heuscher e Bellaguarda por 2 sets a 0, com parciais de 21/17 e 21/12, em 34 minutos, na manhã desta terça-feira, 31, em Horse Guards Palace. Em seguida, foi a vez de Talita e Maria Elisa derrotarem as alemãs Goller e Ludwig por 2 sets a 1, com parciais de 21/19, 29/31 e 15/13, em um jogo que precisaram de 11 match points.

 

O tempo fechado e a chuva fina que deixou a paisagem do Eton Dorney com tom acinzentado acabaram sendo uma cópia fiel do espírito dos remadores brasileiros que disputaram suas provas na manhã desta terça-feira, 31 de julho, nas raias do lago olímpico. Além de Fabiana Beltrame e Luana Bartholo (skiff duplo peso leve), Anderson Nocetti e Kyssia Costa também foram eliminados nas quartas de final dos skiffs masculino e feminino, respectivamente.

 

Afobação, nervosismo e um show de erros no ataque. Mas tudo foi compensado com uma defesa forte, um adversário fraco e um armador inspirado. Esse foi o retrato da segunda partida da seleção masculina de basquete do Brasil nas Olimpíadas de Londres. O Brasil teve de suar muito nesta terça-feira (31) para vencer a Grã-Bretanha por 67 a 62.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.