segunda-feira, 30 de Julho de 2012 08:38h Gazeta do Oeste

Brasil passa fácil pela Tunísia no vôlei masculino

Ao contrário das mulheres, que suaram para bater a Turquia no tie-break no sábado, a seleção brasileira de vôlei passeou na sua estreia olímpica. O time do técnico Bernardinho não teve maiores dificuldades para vencer a Turquia, teoricamente a equipe mais frágil da competição, por 3 sets a 0 com parciais de 25/17, 25/21 e 25/18, neste domingo, em Londres.

 

O triunfo levou a equipe à liderança do Grupo B, ao lado de Rússia e Estados Unidos, que ganharam de Alemanha e Sérvia, respectivamente, também por 3 a 0 neste domingo. O próximo desafio brasileiro será na terça-feira, contra a Rússia, às 18h (de Brasília).


Confirmando o que já havia feito nos amistosos preparatórios, Bernardinho começou a Olimpíada com Bruninho como levantador titular e Ricardinho no banco. Leandro Vissotto, Murilo, Dante, Sidão e Lucão completaram o sexteto inicial, além do líbero Serginho. Concentrado, o time abriu quatro pontos de vantagem logo de cara e não teve dificuldade para fechar o primeiro set em 25 a 17, em 22 minutos.

 

A segunda parcial foi mais equilibrada, e os tunisianos assumiram a dianteira do placar pela primeira vez no jogo. A equipe brasileira só conseguiu abrir distância a partir de 12 a 11. Bernardinho promoveu a entrada de Giba, recuperado há poucas semanas da cirurgia na tíbia a que foi submetido em fevereiro, e o time fechou sem sustos em 25 a 21, em 27 minutos.


Com o placar confortável, o técnico decidiu dar ritmo de jogo aos reservas no terceiro set. Além de Giba, Wallace, Rodrigão, Ricardinho e Thiago Alves entraram no time e fecharam o jogo em 25 a 18, em 25 minutos.

 

FAVORITA VENCE - Pelo Grupo A, a Polônia, atual campeã da olímpica mundial e favorita à medalha de ouro em Londres, venceu a Itália por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 21/25, 25/20, 25/23 e 25/14.

 

 

 

 

 

 

O TEMPO
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.