quarta-feira, 30 de Setembro de 2015 13:18h

Brasil passa fácil pelo Canadá na estreia do futebol masculino

A seleção brasileira masculina de futebol estreou com o pé direito hoje, no 6º Jogos Mundiais Militares

O time verde- amarelo bateu o Canadá por 3 a 0 em partida realizada no Andong Public Stadium, localizado a cerca de uma hora e meia de Mungyeong, onde a delegação está hospedada. A equipe brasileira, comandada pelo capitão do Exército José Mauro Malheiro Maia Junior, não teve dificuldades para conquistar vitória diante  do Canadá. Com passes rápidos, o Brasil envolveu os adversários e chegou com facilidade ao ataque. Aos 30 minutos do primeiro tempo o jogador Richardson acertou um chute forte no ângulo sem chances para o goleiro canadense Andriyn Szkwarek: Brasil 1 a 0.

No segundo tempo, uma modificação na equipe. O zagueiro Portela foi substituído por Endson Patriota. A etapa complementar foi praticamente a repetição do primeiro tempo. Logo aos 3 minutos, Richardson, novamente, ampliou o placar para o Brasil. Aos 14, o centroavante Ronaldo Costa deu números finais à partida, 3 a 0.

"Estrear com vitória é sempre bom. Dá mais tranquilidade. Acho que a nossa força é o entrosamento. Outro ponto positivo é a mescla de juventude e experiência da nossa equipe”, explica Ronaldo Costa.

A equipe brasileira ainda perdeu um pênalti. O Canadá teve um jogador expulso na partida. O próximo jogo do Brasil ocorre na próxima sexta-feira (02/10), no Mungyeong Public Stadium, às 15h, contra a seleção de Oman. 

O time brasileiro encerra a participação na etapa preliminar no domingo (04/10) contra Guiné.

O Brasil teve os seguintes jogadores militares:

Caio Fernando, Luciano Portela (Endson Patriota), Vinícius Gusmão, Sandro Drummond, Edmilson Albano, Carlos Vinícius, Ronaldo Costa, Wagner Regis, Wagner de Souza, Heider Fidelis, Richardson Luiz.

 

Créditos: sargento Johnson Barros e Felipe Barra

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.