quinta-feira, 20 de Outubro de 2011 13:29h Dácio Fernandes

Brasil tem representantes em jogos pouco praticados no país

Algumas modalidades esportivas, apesar de pouco praticadas e quase desconhecidas no Brasil, têm representantes nos jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011.

 


Badminton

 

 

O Badminton é o esporte mais rápido entre aqueles que usam as raquetes. Em um smash, golpe mais potente do jogo, a peteca pode chegar a 300km/h. É também um dos esportes mais antigos, pois há registros de um jogo similiar, com raquete e peteca ainda na Idade Média. Apesar disso, a Federação Internacional de Badminton (IBF) foi criada apenas em 1934.


Seleção Brasileira:
Alex Tjong, Daniel Daniel Paiola,Fabiana da Silva,Hugo Arthuso, Lohaynny Caroline Oliveira, Luana Tamara Vicente,Luiz dos Santos,Marina Elizer

Modalidades: simples e duplas


A modalidade já rendeu uma medalha de bronze em Guadalajara com Daniel Paiola

 

 

Ginástica de trampolim


A ginástica, nos Jogos Pan-Americanos, é dividida em artística, trampolim e rítmica. As duas primeiras disputadas tanto por homens quantos mulheres, enquanto a última só por mulheres. No Pan, serão distribuídas 14 medalhas de ouro em ginástica, duas no trampolim e oito na rítimica. Nas três modalidades são dadas pelos juízes notas para execução dos atletas.


Seleção Brasileira:


Daiene Cardozo,Giovanna Matheus,Rafael Andrade,Ramirez Pala


Modalidades: Masculina e feminina individual


O atleta Carlos Ramirez Pala sofreu duas quedas durante as competições da ginástica de trampolim.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.