sexta-feira, 15 de Julho de 2011 13:46h Luciano Eurides

Brasil vence e se classifica em 1º

A Seleção Brasileira entrou em campo precisando vencer o Equador para conseguir o primeiro lugar do Grupo B da Copa América Argentina 2011. E foi exatamente o que aconteceu. Com dois gols de Neymar e mais dois de Alexandre Pato, o Brasil venceu por 4 a 2 e agora enfrenta o Paraguai nas quartas-de-final.


Com vinte e sete minutos de jogo, Alexandre Pato marcou seu primeiro gol na Copa América e abriu o placar para o Brasil. André Santos cruzou na medida e o camisa 9 se antecipou aos zagueiros para marcar 1 a 0 Brasil. Logo depois Caicedo empatou em falha do goleiro Júlio César.
O Brasil voltou sem alterações para o segundo tempo e aos 2 minutos Neymar marcou outro para a Seleção. Ganso deu linda enfiada pelo meio da defesa equatoriana e o seu companheiro de Santos tirou do goleiro com categoria para balançar as redes.


Mais uma vez, o Equador conseguiu o empate. Outra vez Felipe Caicedo marcou. Mas Alexandre Pato precisou de apenas dois minutos para colocar o Brasil na frente. Após o chute de Neymar, Pato completou o rebote na raça para fazer 3 a 2.


O último gol do Brasil saiu de uma linda jogada de Maicon, que cruzou e Neymar completou. Com 4 a 2 no placar, a Seleção se classificou em primeiro lugar do Grupo B e no domingo enfrenta o Paraguai, em La Plata, local da primeira partida do Brasil na competição.


Poucas vezes se viu Alexandre Pato tão feliz como estava depois do jogo em que marcou dois gols na vitória de 4 a 2 sobre o Equador. Escolhido o melhor jogador em campo, voltou do evento de premiação com uma placa que exibiu com orgulho no vestiário. “Esse prêmio aqui é de todo o grupo. Meus companheiros ajudaram a ganhá-lo e todos nós somos vitoriosos”.


Pato sabe que vestir a camisa 9 amarela, ocupar aquele lugar soberano dentro da área, marcar os gols que os brasileiros esperam, não é tarefa fácil. Afinal, ali no ofício de botar a bola na rede, só passaram craques pela Seleção Brasileira: Romário e Ronaldo, para citar os dois últimos campeões mundiais.“Além de foras de série, são ídolos de várias gerações, jogadores que eu respeito muito e que tenho como referência”.


Feliz de ser o dono da camisa 9, feliz com os gols e com o prêmio, Pato mostrou ainda uma determinação atrás do objetivo que deixou impressionados quem ouviu sua declaração. “Quero muito ser campeão dessa Copa América. Estou aqui só pensando nisso, hoje conquistamos uma grande vitória, mas ainda faltam três jogos e vamos com tudo atrás desse título”.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.