quinta-feira, 7 de Julho de 2011 10:45h Atualizado em 7 de Julho de 2011 às 10:51h. Site Confederação Brasileira de Vôlei

Brasil vence Estados Unidos e se classifica na Liga Mundial

Seleção venceu por 3 sets a 1

O Brasil deu, nesta QUINTA-FEIRA (07.07), um importante passo rumo ao decacampeonato da Liga Mundial de Vôlei. A equipe do técnico Bernardinho teve forças e competência para virar o jogo contra os Estados Unidos, fez 3 a 1 (15/25, 25/22, 25/22 e 25/15) nos campeões olímpicos e garantiu vaga na semifinal da competição, que tem sua Fase Final realizada no ginásio Ergo Arena, em Gdansk.

 

 

Com a segunda vitória na Fase Final, o Brasil soma agora cinco pontos no Grupo F e não pode ser mais alcançado por Cuba, que tem um, e Estados Unidos, que não pontuou. Os caribenhos e os norte-americanos jogarão na última rodada da fase de grupos, nesta SEXTA-FEIRA (08.07), às 6h (de Brasília). O outro jogo da rodada, entre os classificados Brasil e Rússia, às 8h30, valerá a liderança da chave e será transmitido ao vivo pelos canais Sportv e Esporte Interativo.

 

O capitão brasileiro Giba foi o nome do jogo, com 21 pontos marcados. No time norte-americano, o ponteiro Anderson marcou 16 vezes.

 

 

O JOGO

 

O início do primeiro set foi equilibrado, mas um ataque para fora de Murilo, que contou com desvio no bloqueio norte-americano não marcado pela arbitragem, deu vantagem de três pontos aos Estados Unidos, em 11/8. A partir daí, o Brasil teve mais dificuldades para atacar e erros de Giba (15/10) e Lucas (19/12) ampliaram a diferença antes de a vitória norte-americana ser confirmada em 25/15.

 

 

O começo do segundo set foi todo do Brasil. Praticamente impecável, a seleção foi para o primeiro tempo técnico com impressionantes 8/2 no placar após um ataque de Giba. Aproveitando uma boa sequência de Stanley no saque, os norte-americanos reagiram e diminuíram a diferença para 9/7, antes de empatarem, no 12º ponto, com Priddy. O Brasil chegou a 16/14 e ampliou para 18/15 com Sidão parando Millar, mas, novamente com Stanley no saque, os Estados Unidos empataram em 18/18. Também no saque, Sidão devolveu a vantagem ao Brasil (21/19), que fechou em 25/22, com Leandro Vissotto atacando.

 

O bom momento do Brasil foi mantido no começo do primeiro set e a seleção conseguir levar uma vantagem de três pontos (8/5) para o primeiro tempo técnico. Com Stanley e Anderson no saque, os norte-americanos conseguiram reduzir a diferença antes de empataram em virarem para 14/12 usando seu bloqueio. Também no bloqueio, Bruno colocou o placar em igualdade novamente no 18º ponto. Pouco depois, Giba converteu dois contra-ataques em ponto e deu a vantagem ao Brasil, que fechou em 25/22 com um bloqueio de Lucas.

 

 

O quarto set foi um massacre brasileiro. Os Estados Unidos estiveram próximos no placar no início, após um saque de Anderson (5/4), mas logo depois o Brasil disparou e não deu mais chances. De quatro pontos na primeira parda técnica (8/4), a vantagem saltou para oito na segunda (16/8), quando Theo bloqueou Holmes. No fim, Sidão atacou e fechou o set em 25/15.

 

EQUIPES

 

 

BRASIL – Bruno, Theo, Giba, Murilo, Lucas e Sidão. Líbero – Serginho

 

Entraram – Marlon e Leandro Vissotto

 

 

Técnico – Bernardinho

 

ESTADOS UNIDOS – Thornton, Stanley, Priddy, Anderson, Millar e Lee. Líbero – Lambourne

 

 

Entraram – Patak, Lotman, Holmes, Hansen e Rooney

 

Técnico – Alan Knipe

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.