segunda-feira, 30 de Maio de 2016 12:01h Site Oficial CBF

Brasil vence o Panamá em amistoso de preparação

A Seleção Brasileira derrotou o Panamá por 2 a 0, no Dick's Sporting Goods, em Denver, Colorado, nos Estados Unidos, em amistoso de preparação a Copa América Centenário

Os gols foram marcados por Jonas, aos dois minutos do primeiro tempo, e Gabriel, aos 27 da etapa final. Mais do que o resultado positivo, o Brasil mostrou que a semana de treinos em solo americano deu resultado, com boa evolução na troca de passes e muita pressão na marcação no campo de ataque.

A próxima partida da Seleção Brasileira é no sábado (4), pela estreia na Copa América Centenário, diante do Equador, no Rose Bowl, em Pasadena. Em seguida, o segundo adversário da Seleção será o Haiti, no dia 8, no Orlando Citrus Bowl. Pela terceira e última rodada da fase de grupos, o Brasil enfrenta o Peru, no dia 12, no Estádio Foxborough.

 

 

 

O jogo

Apesar do caráter amistoso da partida, a Seleção Brasileira entrou em campo com tudo e abriu o placar logo aos dois minutos. Após bela troca de passes, Daniel Alves levantou na área e Douglas Santos ficou com a bola. O lateral cruzou rasteiro e Jonas encheu o pé de canhota para balançar a rede. O Brasil não se acomodou e, seis minutos depois, quase chegou ao segundo. Philippe Coutinho recebeu na esquerda, fez fila na defesa, invadiu a área e mandou uma bomba. O goleiro Penedo, no entanto, conseguiu evitar o gol.

A bola parada também foi uma boa arma do time canarinho. Aos 20, Daniel Alves cobrou falta buscando o ângulo e obrigou Penedo a salvar o Panamá novamente. Vinte minutos depois, Coutinho fez nova jogada individual e arriscou o chute. A bola saiu rente à trave esquerda.

 

 

 

 

Na etapa final, mais pressão da Seleção Brasileira. Aos 12, Hulk recebeu cruzamento de Coutinho e testou por cima do gol. Onze minutos depois, boa jogada de dois que haviam acabado de entrar: Lucas Lima recebeu na esquerda e cruzou rasteiro. Gabriel chegou bem no primeiro pau, mas Cummings conseguiu fazer o corte e afastou o perigo.

Aos 27, o atacante teve nova chance e, desta vez, não desperdiçou. Daniel Alves buscou o lançamento, Baloy não conseguiu afastar e a bola sobrou para Gabriel. Com muita frieza, ele só deslocou o goleiro e deixou sua marca para justificar o apelido de Gabigol. Já no fim, aos 38, o autor do segundo gol recebeu na esquerda e cruzou para Kaká. O meia dominou, girou e bateu no canto, mas Penedo se esticou todo e fez grande defesa, garantindo que o placar ficasse mesmo no 2 a 0.

 

 

Brasil: Alisson; Daniel Alves (Fabinho), Gil, Miranda e Douglas Santos; Luiz Gustavo (Hulk), Elias, Renato Augusto (Rodrigo Caio), Willian (Lucas Lima) e Philippe Coutinho (Kaká); Jonas (Gabriel).

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.