terça-feira, 7 de Agosto de 2012 11:19h Gazeta do Oeste

Brasileiros eliminados no salto triplo e lançamento de dardo

 O quinto dia das provas de atletismo nas Olimpíadas de Londres começou com as eliminatórias femininas do lançamento de dardo. A brasileira Laila Ferrer, uma das primeiras a fazer o lançamento, conseguiu a marca de 58.39m, mas não o suficiente para que ela avançasse na competição.

 

 

No Grupo A, do qual a brasileira fazia parte, a melhor marca foi da atual medalhista de ouro da categoria, Barbora Spotakova, da República Tcheca, com 66.19m, seguida pelas alemãs Christina Obergfoll, 66.14m, e Linda Stahl, 64.78, e pela atleta Martina Ratej, da Eslovênia, que lançou o dardo a 63.60m.

 

No Grupo B, a sul-africana Sunette Viljoen foi a atleta que conseguiu lançar o dardo mais longe, com a marca de 65.92m, seguida por Huihui Lu, da China, Maria Abakumova, da Rússia, e Asdis Hjalmsdottir, da Islândia, que completam o grupo de classificadas. Além delas, a alemã Kathrina Molitor, a australiana Kathryn Mitchell, a letã Madara Palameika e a canadense Elizabeth Gleadle, também avançaram devido às melhores marcas.

 

 

No salto triplo, o brasileiro Jonathan Silva também não teve um bom rendimento. O atleta, que só pode contar com o seu primeiro salto, fez a pior marca entre os 26 concorrentes, com 15.59. Em sua segunda tentativa, Jonathan chegou a saltar, mas a arbitragem constatou que ele havia queimado a entrada, assim como na terceira tentativa, em que ele nem chegou a completar o salto.

 

Entre os 12 classificados para a final da competição, que acontece na quinta-feira, às 15h20 (de Brasília), o norte-americano Christian Taylor foi o atleta que saltou mais longe, com 17.21m, seguido de perto por Leevan Sands, de Bahamas, com 17.17m, e do francês Benjamin Compaore, com 16,06m.

 

 

5000m feminino: As atletas da Etiópia dominaram as eliminatórias para a prova dos 5000m feminino nas Olimpíadas de Londres. Tirunesh Dibaba e Meseret Defar fizeram os melhores tempos, seguidos pela queniana Viola Jelagat Kibiwot, terceira colocada. A quarta posição também ficou com uma atleta etíope, seguida de perto por outras duas quenianas.

 

 

 

 

 

 

HOJE EM DIA

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.