sexta-feira, 22 de Julho de 2016 14:50h Atualizado em 22 de Julho de 2016 às 14:56h. Luciano Eurides

Café Divinópolis vence na melhor final do CSM

O futebol exige um ponto de equilíbrio entre o físico e o mental

POR LUCIANO EURIDES

luciano.eurides@gazetaoeste.com.br

 

Quando se tem um time experiente e com disposição física, certamente se chega às metas estabelecidas, e quando se tem duas equipes neste nível, se tem o que chamamos de jogo histórico. Isso ocorreu no campo society do Clube dos Servidores Municipais (CSM).

 

As equipes da Marquinhos Diversões e Café Divinópolis se enfrentaram em condições iguais, em talento e um poder físico muito grande. São jovens atletas presentes nas duas equipes, uma qualidade imensa e poucas vezes vista na categoria Veterano. No primeiro tempo, o equilíbrio foi total, embora muitas as chances criadas pelos dois lados. A rede balançou mesmo na segunda etapa e em alto estilo. Após cobrança de falta, o esperto Magrão abriu o placar, 1 a 0 Marquinhos Diversões. Felipe desceu pela direita e chutou forte para empatar, 1 a 1. Em boa trama do atacante Alan, que passou para Dudu Candelária virar o placar, 2 a 1 Café Divinópolis. Guilherme fez um golaço, empatando a partida, 2 a 2. Este resultado já garantia o título à equipe da Marquinho Diversões, mas o inspirado Gustavo acertou um lindo chute e a bola, embora longe, foi queimando a grama, rasteira e forte. Surpreendeu o goleiro Bruno, pois ele somente viu a bola depois que ela passou pelo sistema defensivo, ele se atirou na bola, mas não alcançou e a decisão foi para os pênaltis.

 

 

 

As cobranças de penalidades, previstas três para cada equipe. Na primeira série, Bruno marcou para Marquinho Diversões e Gustavo para Café Divinópolis. Na sequência, Magrão acertou o poste, já Ramon, converteu a cobrança para o Café Divinópolis. Fabrício marcou o dele para a Marquinhos Diversões e Renato Goiaba, com categoria e sob ensinamentos do filhão, fez o gol e comemorou o título de campeão Veterano do CSM.

 

Uma categoria onde se exige muito dos atletas. Dois goleiros jovens, de alto nível, isso obriga os atacantes a terem uma precisão muito grande. De um lado, o atacante Magrão, artilheiro onde jogou e já vestiu a camisa dos melhores times do futebol amador da cidade. Do outro, o atacante Gustavo, vigor físico extremo e não se permite dar espaço. Marquinho Diversões ainda teve em campo dois marcadores implacáveis: Fabrício e Charles. Já a Café Divinópolis, com Dudu Candelária e Renato Goiaba. É possível ao leitor imaginar o confronto implacável a cada bola e, desta forma, se explica a memorável partida entre Marquinhos Diversões e Café Divinópolis.

 

 

 

Veterano:

Destaque do campeonato: Diego (Café Divinópolis)
Melhor técnico: João Batista (Café Divinópolis)
Goleiro menos vazado: Bruno (Marquinhos Diversões)
Artilheiro: Deninho, com 16 gols marcados

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.