quarta-feira, 22 de Agosto de 2012 14:05h Luciano Eurides

Carlos César comemora passe para gol de Neto Berola

O lateral Carlos César, que jogou no Guarani o Campeonato Mineiro e de onde despertou o interesse do Clube Atlético Mineiro, não esconde a alegria pelo passe de calcanhar para Neto Berola marcar o terceiro gol, o da vitória atleticana, diante do Botafogo por 3 a 2 no Independência.

 


O jogo caminhava para o empate quando aos quarenta e dois minutos da segunda etapa, os dois jogadores tabelaram pela direita, com Carlos César deixando Berola livre para cruzar ou finalizar, depois de um calcanhar inesperado por todos. Berola, que voltava ao time após longo período teve calma e finalizou com categoria. "Foi muito especial para mim. Comecei o Campeonato Mineiro e o Brasileiro como titular da equipe, mas por lesões e pelo tempo de recuperação de ambas, perdi espaço. A qualidade do nosso grupo é grande e respeito a todos. Por isso, coloquei na cabeça que o importante era me preparar bem no dia-a-dia para tentar ajudar quando tivesse oportunidade. Felizmente foi o que aconteceu", comemora o lateral de 25 anos.

 


Com a vitória, o Atlético garante com uma rodada de antecipação e um jogo a menos a primeira colocação no turno do Campeonato Brasileiro. "É ótimo ter uma campanha como essa que estamos fazendo e apresentando o futebol que o time tem mostrado. Claro que ainda temos um longo caminho pela frente na competição. Estamos cientes disso e sabemos da importância de uma conquista desse nível para nós atletas e para os torcedores. Vamos dar o máximo até o final da competição em busca desse objetivo", resume o camisa 26.

 


Além da força do grupo, o Atlético mostrou ontem a estrela de seu Técnico. Depois de perder Danilinho e Guilherme para o jogo diante do Botafogo, Cuca optou por Escudero, autor do primeiro gol. Suas substituições durante o jogo também surtiram efeito com Carlos César e Berola participando do lance que definiu o jogo. "Isso é importante para o grupo todo ter confiança de que estamos trabalhando corretamente. O Cuca e a diretoria armaram um elenco forte, competitivo e que tem se doado em busca dos resultados. Mas sabemos que não conquistamos nada e é preciso manter o foco", admite Carlos César.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.