quinta-feira, 25 de Junho de 2015 13:12h

Carlos César tem mais uma oportunidade no Galo

Um dos desafios citados pelo técnico Levir Culpi no comando do Atlético é manter todos os jogadores motivados, especialmente os que não estão jogando

Para o lateral-direito Carlos César, terceira opção no setor, o treinador tem tido êxito. Carlos deve reaparecer na equipe diante do Joinville, domingo, às 11h, no Mineirão, já que Marcos Rocha (em fase final de recuperação) e Patrick (suspenso) estão fora de combate.
Carlos César atuou apenas nos minutos finais da vitória por 3 a 0 sobre o Vasco, no Independência, em 31 de maio, pela quarta rodada do Brasileirão. “Busco manter minha cabeça no lugar. Não posso estar satisfeito para não ficar acomodado. Esse grupo é muito bom. Quem está fora está feliz. Pode ser apenas um jogo para que as coisas mudem. Se eu for escolhido, espero aproveitar da melhor maneira nesse jogo”, disse.
Carlos César terá a responsabilidade de manter o nível dos seus companheiros. Marcos Rocha é considerado um dos melhores da posição no Brasil, enquanto Patrick teve boas atuações no Brasileirão. “Venho trabalhando muito forte esperando aproveitar cada oportunidade da melhor forma possível. Nossa equipe conquistou uma bela vitória fora de casa. Temos que manter nosso padrão de jogo e, dentro do Mineirão, fazer um bom jogo”. O Atlético ocupa o quarto lugar no Brasileirão, com 14 pontos, e precisa vencer o Joinville para se aproximar do Sport, líder isolado com 18 pontos.
Artilheiro do Atlético na temporada, o argentino Lucas Pratto está na mira do futebol inglês. A boa fase do atacante chamou a atenção e, nesta terça-feira, o clube recebeu uma proposta de aproximadamente R$ 33 milhões de uma equipe não revelada. A informação foi apurada pelo comentarista da Itatiaia, Júnior Brasil, e confirmada pelo repórter Cláudio Rezende junto à diretoria alvinegra.
Em contato com a Itatiaia, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, confirmou a existência da proposta, mas garantiu que Lucas Pratto não está à venda, dando a entender que teria rejeitado a oferta pelo atleta de 27 anos.
A proposta é quase três vezes maior do que o Atlético desembolsou no início deste ano para contratar Lucas Pratto junto ao Vélez Sarsfield-ARG. Em janeiro, a diretoria alvinegra contou com o apoio de investidores e pagou US$ 5 milhões (cerca de R$ 13 milhões à época) ao clube argentino para fechar contrato de quatro anos com o atacante.
Após a saída de Diego Tardelli, no fim de 2014, o argentino foi contratado para ser a referência no ataque do Atlético, e rapidamente caiu nas graças da torcida. Em 24 jogos, Pratto marcou 12 gols, uma média de um tento a cada duas partidas. Além de balançar as redes, o atacante contribuiu com os companheiros, dando cinco assistências. Em seis meses, Lucas Pratto já é o segundo maior artilheiro estrangeiro da história do Galo, atrás apenas de Dátolo, que anotou 13 gols.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.