sábado, 2 de Agosto de 2014 07:21h Atualizado em 2 de Agosto de 2014 às 07:23h. Luciano Eurides

Cartões Jajá e Cacôco vencem pelo Torneio Corujão do Afonso Pena

A rodada de quinta-feira da 1ª Copa Pedalar da Amizade e Solidariedade do bairro Afonso Pena, ‘o Corujão’, teve a vitória do Cartões Jajá por 3 a 0 sobre a OAB Divinópolis e ainda o Cacôco venceu por 4 a 1 o time do Santos Laguna.

Na próxima rodada, dia 5, jogam Cartões Jajá contra Cacôco e OAB Divinópolis pega o Cruz Azul.
O time da Cartões Jajá assumiu a liderança da chave B ao vencer a OAB. O jogo foi tranquilo. Melhor em campo, o time vencedor tentava o gol com toques rápidos e abriu o placar com Mimi em um chute de fora da área. A bola passou pelo meio da área, ninguém tocou e ela foi para o fundo do gol. No segundo tempo, depois de alguns gols perdidos pelo Cartões Jajá, o atleta, Dito, arriscou e acertou um belo chute fazendo 2 a 0. Ele mesmo aumentou com um chute forte e alto. Placar final, 3 a 0.
O experiente atleta, Adilson Coca-Cola, resumiu que a equipe dele não é a favorita, mas a mescla de jovens e experientes vem rendendo bons resultados. Coca-cola é morador do bairro. “Fizemos um time e usamos a experiência para jogar. Está bom, sem pancada, só futebol e muito gosto, o Lucinho acertou na competição. Nosso time se vai chegar só Deus sabe, vamos comendo pelas beiradas e devagar chegamos também”, falou.
No segundo jogo da noite o Cacôco levava mais perigo ao gol do Santos Laguna. Aos poucos os gols aconteceram e o placar foi de 4 a 1. Diego Doidera abriu o placar. Dieguinho, que entrou no lugar de Ildemar, marcou o segundo do Cacôco. Depois de muitas alterações no plantel do treinador, Luciano Braga, o time não teve queda no rendimento e Diego Doidera fez o terceiro.
A equipe do Santos reagiu e Michel Clayton descontou para o Santos. A reação durou pouco e logo Carioca fez o quarto gol. O atleta, Felipe Remelexo, comentou que a equipe teve um modo de encarar a partida diferente da estreia, em que o time perdeu. “Diferente do outro jogo onde deu tudo errado para a gente, hoje, graças a Deus, conseguimos acertar tudo antes. Estávamos muito no chutão, conversamos bastante e os gols saíram e ainda teve bola na trave e dois impedimentos”. Ele acredita que haverá uma boa disputa pela camisa de titular. “A dor de cabeça vai ser para o treinador. Quero ter minha vaguinha e jogar, ajudando minha equipe”, declarou.
Na rodada do dia 5 de agosto, marcada para as 20h, tem Cartões Jajá e Cacôco, valendo a liderança da chave, e logo depois OAB Divinópolis e Cruz Azul. No dia 7 de Agosto, às 20h, Salgadão pega Paraiso e, logo depois, Nacional enfrente o Barcelona.

 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.