quinta-feira, 26 de Novembro de 2015 09:58h Atualizado em 26 de Novembro de 2015 às 10:00h.

CBF começa a escolha dos melhores do Campeonato Brasileiro

A já tradicional eleição da CBF para definir os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro teve início nesta terça-feira

A votação contará com a participação de alguns dos principais jornalistas do País, que deverão realizá-la através da internet até o próximo domingo, além de jogadores e técnicos que disputaram a competição e integrantes da seleção brasileira.
Além dos 11 jogadores que formam o time ideal da competição, serão eleitos o craque do campeonato, a revelação, o melhor estrangeiro e o principal técnico. Por coincidência ou não, em ano no qual os juízes foram tão comentados por conta do baixo nível apresentado nos gramados, a eleição do melhor trio de arbitragem não será aberta, mas sim feita pela Comissão de Arbitragem da CBF e pela Escola Nacional de Árbitros de Futebol.
Os jornalistas escolhidos para a votação representam todos os estados do Brasil. Além deles, votarão os capitães e técnicos dos 20 clubes que disputaram a Série A deste ano e os jogadores e integrantes da comissão técnica da seleção brasileira que enfrentaram a Argentina e o Peru pelas Eliminatórias da Copa de 2018.
A principal novidade da eleição deste ano ficou por conta do prêmio que será dado ao gol mais bonito da competição. Esta votação será aberta ao público e poderá ser realizada através da página oficial da CBF no Facebook. Os indicados serão conhecidos na próxima segunda-feira.
No ano passado, o Cruzeiro, que ganhou a competição pela segunda vez seguida, dominou a eleição dos melhores do Brasileirão. Ela foi formada por: Jefferson (Botafogo), Marcos Rocha (Atlético), Dedé (Cruzeiro), Gil (Corinthians) e Egídio (Cruzeiro); Lucas Silva (Cruzeiro), Souza (São Paulo), Everton Ribeiro (Cruzeiro), Ricardo Goulart (Cruzeiro); Diego Tardelli (Atlético) e Guerrero (Corinthians).

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.