quinta-feira, 16 de Outubro de 2014 10:32h

CBF indicará dez árbitros para o quadro Fifa

A Comissão de Arbitragem da CBF e a Escola Nacional de Arbitragem reuniram-se na sede da CBF

A Comissão de Arbitragem da CBF e a Escola Nacional de Arbitragem reuniram-se na sede da CBF, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira, para definir a lista de árbitros que representarão o Brasil internacionalmente em 2015 e a lista dos árbitros aspirantes.
Dez árbitros serão indicados para a FIFA, esta lista será divulgada pela CBF em dezembro e os que forem homologados serão anunciados em janeiro pela Fifa. “Estamos reunidos para decidir os nomes dos árbitros que representarão o nosso país internacionalmente, para isso fazemos uma avaliação do desempenho de cada árbitro durante os jogos, tanto nos aspectos técnico e físico como também no psicológico”, explicou o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sergio Corrêa.
Estiveram presentes na reunião Alício Pena Junior, membro da Comissão de Arbitragem, Ana Paula Oliveira, membro da Enaf, Antônio Pereira da Silva, membro da CA e da Enaf, Edson Rezende, corregedor de Arbitragem, Manoel Serapião, membro da Enaf, Marta de Sousa, responsável pela parte psicológica, Nilson Monção, vice-presidente da CA, Paulo Camello, membro da Enaf, e Wilson Seneme, membro da comissão de arbitragem da Conmebol.
Ana Paula esteve no quadro internacional da Fifa de 2004 a 2008, Alicio Pena esteve de 2003 a 2008, Antônio Pereira, de 1994 a 2000, Manoel Serapião, de 1990 a 1993, Wilson Seneme, de 2006 a 2013.
Há alguns anos, Wilson Seneme e Ana Paula Oliveira eram árbitros que viviam a expectativa de permanecer na lista internacional da CBF. Agora, os dois estão do outro lado, são responsáveis por avaliar os árbitros que estarão nesta lista em 2015. “Acho que o fato de eu ter estado do outro lado me ajuda a fazer a avaliação de cada árbitro. Tento passar para os árbitros a responsabilidade que é representar o Brasil no quadro internacional da Fifa”, disse Seneme.

 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.