sexta-feira, 5 de Outubro de 2012 11:35h Gazeta do Oeste

Ceará jogará no sacrifício

O lateral-direito Ceará mesmo com dores no tornozelo direito que têm atrapalhado bastante o seu trabalho e impedindo uma sequência de partidas com a equipe cruzeirense. Está otimista para ir ao Sul enfrentar o Grêmio.

 


O jogador disse que sente falta de treinar com os demais jogadores, uma vez que, para não agravar as dores, realiza trabalhos específicos. “Infelizmente, como todos já sabem, tive um problema no tornozelo (direito) que por tentativas frustradas de retornar antes do tempo, acabou se agravando. E por isso não pude terminar as duas últimas partidas que disputei (contra Vasco e Internacional-RS). Ainda que se faça o reforço muscular e bicicleta não é a mesma coisa que treinar com o grupo”.

 

Apesar de estar ciente que tem que se preservar durante a semana de treinamentos para poder estar em campo no final de semana, Ceará admite que será preciso ter paciência para lidar com as dores por algum tempo. No entanto, o lateral disse que as dores já reduziram do jogo contra o Vasco para a partida contra o Internacional-RS, e que o gramado do estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS, de certa forma, colabora para que ele possa atuar de uma maneira mais confortável. “Gostaria que estivesse acabado as dores.

 

Mas a dor ainda persiste. Infelizmente, vai ser uma dor que vai permanecer por algum tempo, não sei até quando. Gostaria que fosse embora, porque impede que eu desenvolva o que posso. Mas está bem menor do que contra o Vasco. O problema foi que em Varginha tem mais impacto com o campo, começou a doer e tive que sair da partida. O Olímpico tem um gramado muito bacana e acho que será melhor para jogar”.

 

Sobre os trabalhos realizados na Toca da Raposa II, nos treinamentos, o jogador destacou que já acenam com um progresso, e que está animado para poder ajudar o Cruzeiro no jogo de sábado, contra o Grêmio-RS, às 18h30, no estádio Olímpico, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. “A intensidade é menor que em jogo, tempo menor também. Mas deu para ir bem, fazer aceleração. Estou muito otimista para poder suportar toda a intensidade no sábado”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.