terça-feira, 7 de Agosto de 2012 16:39h Gazeta do Oeste

Charles pede desculpas por polêmicas no jogo contra a Ponte

 O volante Charles, que protagonizou lances no mínimo polêmicos na partida contra a Ponte Preta, ao reclamar das cobranças do técnico Celso Roth chegando a dizer ao treinador que poderia substituí-lo do jogo e pedir para ser vaiado pelos torcedores, pediu desculpas nesta segunda-feira (6). De cabeça fria, o jogador afirmou que ficou surpreso com a reação das arquibancadas e que tem muito carinho pela Raposa.
“Hoje estou mais tranquilo. Ontem não estava com cabeça boa para falar. Hoje estou aqui para pedir desculpa aos torcedores que gostam de mim. Fiquei muito chateado por ter acontecido aquilo. Há muito tempo estou no clube, senti muito aquilo, fiquei surpreso em ser vaiado”, declarou.

Charles ainda tentou explicar o que disse ao técnico Celso Roth, sinalizando para o treinador para substituí-lo. “Acho que errei uns dois ou três passes, somos seres humanos. Vieram as vaias, me toquei que era comigo e fiz o gesto que todo mundo viu. Pedi para o Celso que me tirasse, não tinha cabeça. Mas depois empatamos e todos me apoiaram. Me fortaleceu mais. Voltei para o segundo tempo super tranquilo, esqueci o que aconteceu no primeiro tempo”, afirmou.

Revelado nas categorias de base do Cruzeiro, a situação deixou Charles chateado, levando o jogador a chorar no final do primeiro tempo. “Nenhum problema particular. Foi em campo mesmo, o torcedor vaiava, foi um desabafo meu, chorei. Nada com torcedor, foi coisa minha mesmo. Mas já passou, não guardo mágoa do torcedor do Cruzeiro. Gosto muito dele, sempre me apoiou. E peço desculpas”, disse.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.