sábado, 27 de Outubro de 2012 05:04h Gazeta do Oeste

Charles pede união na reta final: "se cada um for por um lado, vai complicar mais"

Restam ao Cruzeiro cinco jogos em 2012. Com campanha irregular no Campeonato Brasileiro, a equipe celeste tem pouca ambição até o fim desta temporada. Para encerrar o ano com dignidade, o volante Charles pede união ao jogadores.

“A gente está passando um ano difícil, não como no ano passado, mas bem complicado também. Agora a gente tem de unir forças, se juntar cada vez mais. Se cada um for por um lado, vai complicar mais. Temos de nos juntar. Só a gente pode sair dessa situação”, afirmou.

Nessa quinta-feira, o Cruzeiro sofreu sua segunda derrota consecutiva. O time foi derrotado pela Ponte Preta por 1 a 0, em Campinas. Apesar do revés, Charles aprovou o comportamento dos jogadores em campo.

“Não fizemos um bom primeiro tempo e temos consciência disso. No segundo, melhoramos bastante, precisávamos do resultado e tínhamos de ir para cima. Pegamos uma Ponte Preta desesperada, jogando em casa, com a torcida apoiando do início ao fim. Não faltou dedicação, o time correu bastante, ainda mais no segundo tempo. Infelizmente, não conseguimos empatar o jogo”, disse.

Na próxima rodada, o Cruzeiro volta a jogar em Belo Horizonte. O adversário será o Santos. No retorno à capital, o volante espera que a equipe vença diante de sua torcida.

“Pelo momento que a gente está passando, que é difícil, jogar perto do torcedor em BH é fundamental. Mas não adianta fazer nosso papel. Só a gente pode sair dessa situação”, destacou Charles.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.