quarta-feira, 9 de Novembro de 2011 15:08h Atualizado em 9 de Novembro de 2011 às 15:14h. Luciano Eurides

Chico Marcelo pode ser titular hoje em Nova Lima

O Guarani enfrenta na noite de hoje o Villa Nova, na cidade de Nova Lima, em jogo válido pela 8ª rodada da Taça Minas Gerais. A partida está marcada para as 20h30min e a equipe do Guarani quer a vitória para garantir a tranquilidade nas duas partidas restantes.


O Bugre teve tempo para treinar e se recuperar da partida difícil frente o Boa. O treinador Gian Rodrigues não definiu o time mesmo após o recreativo de ontem. Segundo o treinador ainda há uma duvida entre Michel Elói e Chico Marcelo. “Preparados a dúvida é apenas um atleta, o Michel Elói fez uma boa partida em Varginha e o Chico Marcelo uma boa semana de treinamento e vamos definir até o momento do jogo”, disse o treinador e garantiu não ser a utilização de Michel Elói uma forma mais fechada de jogar. “São de características diferentes e se muda a forma de jogar, Não necessariamente mais fechado, em Varginha ele fez boa passagem por trás, a presença do Chico muda um pouco o posicionamento do Robert e ficamos mais leve na frente, temos de defender e atacar sempre com a mesma intensidade”, declarou Gian Rodrigues.


A equipe do Villa Nova de comissão técnica nova e para o treinador do Guarani, isso é um problema deles. O importante é o resultado positivo e uma colocação na tabela de classificação. “Queremos essa tranquilidade e eles também, sabemos que é um jogo difícil e temos de aumentar a exigência da nossa equipe. Temos de pensar no time daqui e temos de deixar esse problema para eles”, considerou.


O atacante Robert sente a equipe pronta e preparada para o jogo. “O pensamento é na vitória, fazer os três pontos e conquistarmos a classificação já”, e com relação a dúvida do treinador Robert disse não ter preferência. “O que ele optar vai ajudar nossa equipe e eu farei meu melhor”, disse e analisou como muito boa a entrada de Michel Elói no time. “Ele foi muito bem, deu o passe para o Marinho sofrer o pênalti, e o professor decide”, já com relação a Chico Marcelo ele disse já conhecer bem. “Eu e o Chico (Marcelo) jogamos juntos desde o campeonato mineiro, ele é um grande atacante’, falou e obviamente aguarda a decisão de Gian Rodrigues.
O treinador não costuma mudar a equipe com frequência e deve manter Thiago Régis, Rafael, Cleberson, Paulinho e Junior. Tiago Carvalho, André, Hernani e Michel Elói (Chico Marcelo). Robert e Marinho.

Villa Nova


Com 10 pontos ganhos, em seis partidas disputadas, o Leão do Bonfim, em caso de vitória, pode superar o clube divinopolitano, que tem 11 pontos. O Boa, que é o líder da competição com 17 pontos, não pode ser alcançado nessa rodada.


Será a estreia do técnico Welington Fajardo, que não poderá contar com o volante Maxsuel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo recebido no empate por 1x1 com o Nacional-NS. Além desse impeditivo, o atleta está no Departamento Médico em tratamento de uma torção no tornozelo esquerdo e não teria condições clínicas de atuar. Já o atacante Robson cumpre a última partida da suspensão imposta pelo TJD referente à expulsão ocorrida em Ipatinga, no dia 12 de outubro.

 

Leão x Bugre


Ao entrar em campo na noite de hoje no Alçapão do Bonfim, o Villa Nova buscará sua 31ª vitória sobre o Guarani no transcurso da história. Esse confronto de alvirrubros teve início no dia 18 de março de 1956, quando o Leão goleou por 6x2, num amistoso realizado em Divinópolis. Na época, o estádio do Bugre, localizado no Bairro Porto Velho, ainda se chamava Adriano Maurício. Somente no final da década de 1970 é que o nome foi alterado para Waldemar Teixeira de Faria, o Farião.
De 1956 até o dia 5 de outubro de 2011, data do último jogo (2x0 para o Leão, pelo turno da Taça Minas Gerais, em Divinópolis), Villa e Guarani se enfrentaram 78 vezes, sendo que em 22 de abril de 1961 houve um amistoso em Divinópolis cujo resultado é desconhecido. Em 14 de dezembro de 1977, o Guarani impôs ao Villa uma goleada histórica: 7x0, em partida válida pelo Torneio Incentivo. A maior goleada aplicada pelo Leão justamente o 6x2 verificado no primeiro jogo entre eles.

 

 

Histórico:


Jogos: 78
Vitórias do Villa Nova: 30
Vitórias do Guarani: 19
Empates: 28
Resultado desconhecido: 1
Gols marcados pelo Villa: 110
Gols marcados pelo Guarani: 85
FONTE: Almanaque do Leão do Bonfim
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.