terça-feira, 8 de Novembro de 2011 11:30h Dácio Fernandes

Cigano se prepara para disputa do título no MMA

Como muitos esportistas no Brasil, a vida de Cigano não foi fácil. Da infância, vendendo picolés e entregando jornais, em Caçador (SC), até a mudança para Salvador aos 18 anos, as dificuldades foram muitas. Mas foi na Bahia, que José Aldo, o Cigano, conheceu o esporte através do Jiu-Jitsu e sua vida mudou.


Descoberto pelo seu primeiro mestre Yuri Carlton, foi após o trabalho com o ex-técnico de Acelino Popó, que a carreira de Cigano decolou. A dedicação do lutador e seu talento para a luta o levaram para o MMA.


O cartel do lutador é de sete vitórias e apenas uma derrota. E vitórias contra nomes consagrados, como Roy Nelson, Cro Cop, Fabrício Werdum e Napão.
“Eu quero ser o campeão, e quero defender o meu título muitas vezes e por muito tempo.  Acho que os novos desafios virão, com certeza o nível dos atletas cresce cada vez mais.  O esporte em si cresce, não tem como prever aonde vai chegar.  Mas a minha meta vai ser a mesma: quero me tornar, e permanecer, o campeão. Quanto a próximos rivais, não penso nem um pouco nisso.  Agora, só penso em vencer Cain Velásquez.”  disse Cigano sobre as suas expectativas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.