sexta-feira, 6 de Março de 2015 10:13h

Clássico coloca frente a frente velhos conhecidos

Veterano em clássicos, o zagueiro cruzeirense Leo vive a expectativa de mais um duelo contra o Atlético, neste domingo, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro

Partida, aliás, cercada de expectativa, pois marcará o reencontro dos campeões brasileiro e da Copa do Brasil do ano passado.
Para o defensor, as ótimas temporadas vividas pelos arquirrivais desde 2013 ajudam a aumentar o charme do clássico, que cada vez mais passa a ser visado por torcedores e imprensa de todo o país. “Isso (títulos) acaba valorizando e engrandecendo ainda mais este clássico. A rivalidade é sempre notória e é bom que o clássico venha cada vez mais crescer de nome e, com certeza, cada vez mais pessoas estarão assistindo a este clássico”, analisou.
Neste domingo, o Cruzeiro tentará colocar um ponto final no recente jejum de vitórias sobre o Galo. No ano passado, as duas equipes disputaram sete partidas, com quatro vitórias (duas pelo Brasileiro e mais duas na Copa do Brasil) alvinegras e três empates (todos pelo Estadual).  “A questão de não vencer, mas ser campeão mineiro é um ponto positivo. Este é um novo ano, novas peças chegaram, novos jogadores chegaram, tanto do lado do Cruzeiro quanto do lado do Atlético. A gente sabe da rivalidade que é, do compromisso que a gente tem, da responsabilidade que é sempre um clássico”, analisou Leo.
Para o jogador, um resultado positivo no clássico seria importantíssimo para aumentar a confiança de um time em formação como o Cruzeiro. “Da maneira que estamos hoje, num processo de evolução, isso (vitórias) vai dando mais confiança para a equipe, para o grupo, para que possa exercer cada vez mais o seu trabalho”, disse.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.