sexta-feira, 2 de Março de 2012 17:09h Atualizado em 3 de Março de 2012 às 10:31h. Luciano Eurides

Clássico Regional mexe com o futuro de Nacional e Guarani

O Clássico regional entre Nacional e Guarani, hoje, 19h30min, na Arena do Calçado irá mexer com o futuro da equipe vencedora e principalmente com o time derrotado. O momento é de motivar os jogadores e fazê-los entender a importância do resultado positivo

O Clássico regional entre Nacional e Guarani, hoje, 19h30min, na Arena do Calçado irá mexer com o futuro da equipe vencedora e principalmente com o time derrotado. O momento é de motivar os jogadores e fazê-los entender a importância do resultado positivo na noite de hoje.
O Nacional, na zona de rebaixamento, correu e trocou de treinador. Trouxe José Ângelo para motivar a equipe. Uma eventual derrota mantem o time no final da tabela de classificação e o adversário seguinte é o Atlético Mineiro, atual líder da competição. O técnico José Ângelo comandará um treinamento tático na noite desta quinta-feira, na Arena do Calçado. A atividade, foi com os portões abertos . Ontem houve um treino recreativo na parte da tarde, no estádio Astrogildo Duarte e em seguida a concentração para os jogadores relacionados para a partida.
Em Divinópolis a situação é preventiva. Um resultado negativo coloca o Guarani muito próximo da zona do rebaixamento. Para não trocar de lugar com a equipe de Nova Serrana, Gian Rodrigues fará hoje duas palestras para o jogadores e nesse momento então será passada a parte tática. Ontem no Farião houve um recreativo, para o técnico momento importante tendo em vista a semana e o compromisso difícil que vem pela frente. “Muito importante, houve um a cobrança muito forte por conta da derrota em casa por um placar elástico. Estamos a 24 horas do jogo e não podemos pecar por excesso. Toda a parte tática está planejada”, falou.
O jogador Tiago Régis é ex atleta do Nacional e também trabalhou com o treinador José Ângelo, natural de Nova Serrana, entrará para a história como neoserranense atuando na inauguração da Arena do Calçado, mas não quer ser o primeiro goleiro a sofrer gols no novo palco esportivo da cidade. “O treinador José Ângelo sabe montar o time e mexe com o motivacional da equipe. é um jogo muito importante para nós, temos de entrar em campo e impor e conseguir a vitória que será um grande passo para nós. O Nacional vai querer entrar ligado, será uma grande decisão e tenho muito respeito por todos que trabalham no Nacional. Nem que seja para ficar na história e ter meu nome no estádio, quero sofrer esse gol”, disse e acrescentou saber dos defeitos do time. “Quanto mais tempo sem tomar gols, melhor pra mim e para o time, infelizmente aconteceu contra o Galo quatro gols. Levantar a cabeça e o campeonato continua. O time do Atlético é uma equipe grande, foi mérito deles, mas tivemos erros que foram corrigidos e esperamos não repetir contra o Nacional”, declarou.
A Taça Minas expôs um problema crônico do Bugre na ala esquerda. Essa informação correu os estádios e os times, nesse campeonato mineiro insistem em forçar as jogadas nesse setor. O lateral Tita está confiante que isso não será uma constante mesmo porque o trabalho está bem desenvolvido. “Estamos trabalhando dos dois lados, bem equilibrado, prevenido pela sempre saída do Luisinho”, e quanto ao entrosamento ele conta com a aproximação de Léo Medeiros e Magalhães. “Ajudam muito, está legal e daqui para frente vai somente melhorar e nesses primeiros jogos, com confrontos difíceis, fizemos 50% e agora é encarar a todos de igual e buscarmos a classificação”, falou o lateral.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.